loira
Ambição loira
20 de Maio de 2016
Corte o glúten e emagreça
24 de Maio de 2016
Mostrar Todos

Saúde na ponta do fio

cabelo

Corra para a frente do espelho e observe bem o seu cabelo: eles podem estar mandando um recado de que algo não anda bem com o seu organismo. Confira a seguir quais são esses sinais!

Por Malu Bonetto

O cabelo é uma espécie de termômetro do corpo e, qualquer alteração nele pode ser um sintoma que alguma coisa não vai bem no seu organismo. “Quando o corpo humano apresenta uma alteração que faça com que ocorra concentração de nutrientes, hormônios e vitaminas para manter o funcionamento perfeito dos órgãos vitais, o cabelo é o primeiro e principal doador desses elementos”, afirma a dermatologista e tricologista Elizete Kaffer, da Clínica Shalon (SP). E é ela que explica outras situações que sua saúde reflete nas madeixas.

Fios quebradiços: a quebra do fio, por exemplo, é ocasionada pela desestruturação da fibra capilar por fatores externos, como radiação solar e produtos químicos, e é facilmente diagnosticada pela simples análise da estrutura capilar. Como a estrutura capilar ou córtex capilar é constituída principalmente de proteínas – queratina, água, minerais e vitaminas – todas as doenças que interferem na absorção, distribuição ou consumo desses nutrientes, tais como intolerâncias e alergias alimentares, parasitoses intestinais, inflamações, infecções, perda de nutrientes como nas cirurgias e pós-parto, amamentação, carências nutricionais por má alimentação, podem causar a queda de cabelos por quebra capilar.

Queda: quando a queda ocorre pela raiz, deve ser investigada, pois é um sintoma clínico de alterações internas do corpo, podendo ser ocasionada por processos infecciosos ou inflamatórios, distúrbios de tireoide, alterações metabólicas, vitamínicas e até alterações hormonais como síndrome dos ovários policísticos.

Caspa: os incômodos pontinhos brancos que costumam aparecer no inverno devido aos demorados banhos quentes ou quando há oleosidade excessiva no couro cabeludo podem não ser os únicos motivos para o surgimento da caspa. Ela pode ser ocasionada por erros alimentares, desde ingestão excessiva de gordura polinsaturada e hidrogenados, alterações hormonais como hiperinsulinêmica ou resistência à insulina, às vezes como único sintoma de um pré-diabetes ou de ovários policísticos, até mesmo de um aumento de cortisol e/ou distúrbios hormonais periféricos, além de poder ser resultante de infecções virais, bacterianas e fúngicas tanto do próprio couro cabeludo como sistêmicas.