Foco na barriga
11 de agosto de 2017
Camila Travaglini
11 de agosto de 2017
Mostrar Todos

Visual de sereia

Elas possuem longas madeixas e uma beleza inigualável. As atrizes Yasmin Brunet e Isis Valverde são o símbolo perfeito da nova moda – a do sereismo. Quer entrar nessa onda também? Confira a seguir como conseguir um look inspirado nas musas dos mares.

Por: Cibele Carbone

1. Cintura Fina com LIPOASPIRAÇÃO

Sereia que se preza tem a cintura fininha e a barriga chapada. A melhor maneira de atingir esse objetivo é seguindo uma alimentação balanceada e praticando exercícios físicos. Mas se mesmo assim não estiver satisfeita com o visual da região abdominal, é possível contar com a ajuda da cirurgia plástica. “A lipoaspiração é indicada nos casos em que a pessoa está no seu peso ideal, ou próxima dele, mas apresenta acúmulo de gordura localizada em uma região do corpo”, explica o cirurgião plástico Rodrigo Otávio Carbone (SP).

Como é feita: após aplicação de anestesia – que pode ser local associada com sedação, peridural ou geral -, a cânula de lipoaspiração é inserida na região abdominal através de cortes feitos dentro do umbigo, para garantir um cicatriz discreta. Em seguida, com movimentos de vai e vem, as células de gordura são sugadas e, ao final, os cortes são suturados. Após o procedimento, a região fica inchada e com marcas arroxeadas, mas que somem com o passar dos dias. Durante o período de recuperação, é essencial usar cinta compressora por cerca de 45 dias e submeter-se a massagens de drenagem linfática, para eliminar a retenção de líquidos. O resultado final costuma aparecer após seis meses, mas logo após os primeiros 45 dias é possível ter um boa ideia de como será o visual da sua nova barriga e cintura. 

2. Shape Durinho com TRANSFERÊNCIA ELÉTRICA CAPACITIVA E RESISTIVA DIATÉRMICA

As “sereias” urbanas adoram usar e abusar dos modelitos que deixam a barriga e as pernas de fora, bem ao estilo da personagem Ritinha, vivida por Isis Valverde, na novela global A Força do Querer. Então, é essencial mandar a flacidez para bem longe. E tem técnica nova no pedaço para isso: a Transferência Elétrica Capacitiva e Resistiva Diatérmica, mais conhecida como TECAR. Feito com o aparelho italiano Therma, esse tratamento permite restaurar e rejuvenescer e pele. Segundo a cosmetóloga e esteticista Val Menezes (RJ), o processo se dá com a transferência de energia eletromagnética de alta frequência nas camadas superficiais e mais profundas dos tecidos da pele, que é captada por cada célula.

Essas se transformam e elevam a temperatura interna corpórea em aproximadamente 5 graus. “Essa produção do aquecimento tecidual causa efeitos fisiológicos e terapêuticos por diatermia, ou seja, o organismo ao ser oxigenado em profundidade gera a eliminação dos radicais livres, que são os responsáveis pelo envelhecimento celular. O procedimento promove a regeneração dos tecidos e das células do organismo, restituindo a elasticidade, aumentando o tônus muscular e reduzindo assim a flacidez e também a gordura localizada, porque age nas células adiposas”, explica a especialista. Para obter resultados satisfatórios – leia-se, uma barriga durinha – são indicadas duas sessões semanais do Therma ao longo de dois meses. Cada sessão dura, em média, 40 minutos.

3. Zero Celulite com SHOCK WAVE

A nova promessa para combater os furinhos que insistem em aparecer no bumbum e nas pernas é o Shock Wave, que já conquistou famosas como Madonna e Penélope Cruz. A técnica, disponível na clínica Val Menezes Estética & Qualidade de Vida (RJ), atua por meio de inúmeros disparos mecânicos e acústicos que conseguem formar e promover o realinhamento da rede de sustentação do corpo, ou seja, colágeno, elastina e fibroblastos, porque penetram nas camadas mais profundas da pele. “É indicado ainda que o tratamento seja associado a outras terapias, sendo um forte aliado das consagradas criolipólise e radiofrequência, o que intensifica e potencializa a sua eficácia, em especial no caso da celulite graus de 1 a 3, e sendo possível observar efeitos já na primeira sessão”, garante a esteticista e cosmetóloga Val Menezes. São indicadas de 8 a 10 sessões, com intervalos de um a dois dias entre cada uma delas.

Lindos, longos e ondulados

Essas são as principais características das madeixas de uma sereia. Quem não tem paciência de deixar os fios crescerem pode optar pelo alongamento capilar, como fez a atriz Isis Valverde para interpretar a sereia Ritinha. Mas, nesse caso, é preciso redobrar os cuidados. “Por estarem bem compridos, exigem muitos cuidados diários, como nunca dormir com eles molhados, usar produtos hidratantes do comprimento às pontas, proteção para aparelhos térmicos e leave-in diário. O ideal é secá-los bem com secador se forem lavados à noite, principalmente para não correr o risco de mofar pelo aplique”, diz a hairstylist Gladys Acosta, especialista em alongamento do Jacques Janine Fashion Mall (RJ). A colorista Branca Di Lorenzo, do Crystal Hair (RJ), dá outra dica: é necessário ficar longe da piscina, pior vilão para os fios. O cloro oxida a fibra e desbota a cor facilmente, deixando um efeito palha. “Além disso, deve-se hidratar os fios toda semana e cortar as pontas de dois em dois meses para manter o corte – o da Isis está com camadas a partir do ombro”, afirma Branca.