Campanha de mobilização e conscientização – De peito aberto
21 de março de 2012
Os ovos mais gostosos (e magrinhos!) desta páscoa
5 de abril de 2012
Mostrar Todos

Tire as dúvidas e planeje a cirurgia plástica

Nos primeiros meses do ano é comum traçarmos metas do que queremos realizar durante os próximos meses. E a cirurgia plástica está presente nos planos de muitas pessoas que buscam um corpo perfeito. E foi justamente pensando nisso que escolhemos alguns detalhes que você deve observar para se programar e realizar sua cirurgia ainda este ano

Por Malu Bonetto

Que tal começar o ano com o corpo que você sempre sonhou? Seria maravilhoso se em um passe de mágica pudéssemos ter os seios mais empinadinhos, o bumbum mais arrebitado, a barriga chapada… Com a cirurgia plástica podemos sim conseguir estes resultados, mas fazer uma operação é uma decisão muito importante na sua vida. Então, antes de começar a comprar os modelitos novos, lembre-se que organização, planejamento e informação são os pontos de partida! Para que o sonho da cirurgia não se torne um pesadelo, é preciso se organizar para que você consiga fazer tudo com calma e paciência, já que se trata de uma decisão muito importante, com resultados definitivos. Para auxiliar nessa trajetória rumo à plástica, selecionamos alguns detalhes que você deve levar em consideração.

Certifique-se da sua vontade

Antes de tomar qualquer decisão, pare e pense: será que realmente preciso fazer uma cirurgia plástica? Pode parecer um questionamento bobo, mas é muito importante ter esta certeza, já que, como qualquer cirurgia, a plástica envolve alguns riscos, deixa uma cicatriz definitiva e exige tempo e dedicação no período pós-operatório, que muitas vezes pode ser incômodo. Nesta avaliação, lembre que a cirurgia é para você, não para os outros. Portanto, só opere se realmente algo lhe incomoda no seu corpo e não porque outras pessoas estão falando que há algo errado. Arnaldo Korn, diretor administrativo do Centro Nacional de Cirurgia Plástica (SP), ressalta que o passo inicial para fazer uma plástica é um bate-papo franco e aberto com o seu espelho.  “É preciso você mesma detectar a sua necessidade. Caso esteja satisfeita com seu corpo, seja ele magro ou gordo, não faça nada, apenas aproveite de forma saudável a sua vida, no entanto, caso algo te incomode, saiba que você pode resolver este problema com a evolução das técnicas cirúrgicas em cirurgia plástica.” Mas é importantíssimo ter a certeza absoluta de que não está usando a cirurgia como uma válvula de escape para algum problema emocional ou decepção amorosa, pois neste caso o resultado pode ser desastroso.

 

Leia a matéria completa na revista Plástica & Beleza n° 124