chocolate
Doces de até 100 calorias
9 de Maio de 2016
vitaminas
O poder das vitaminas
10 de Maio de 2016

Não ingerir doces, bebidas alcoólicas e evitar exposição ao sol são algumas das restrições orientadas pelos médicos durante o período de recuperação de uma cirurgia plástica

pos operatorioMuito comum na sala dos cirurgiões brasileiros, o pedido de redução daquela barriguinha indesejada, um upgrade nos seios e correção de imperfeições no nariz, são as intervenções estéticas mais comuns, que levam o Brasil ao topo do ranking dos países que mais realizam cirurgia plástica no mundo. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, desde 2013, o país é o recordista mundial, com mais de 1,5 milhão de operações por ano. Mas para que a cirurgia plástica seja um sucesso, é essencial seguir alguns cuidados no período pós-operatório. “Como o organismo sofreu um estresse cirúrgico, suas defesas estão mais debilitadas e o tecido tem que se reestruturar, temos algumas orientações a serem seguidas pelo paciente, se ele descuidar nesse processo, pode comprometer até 50% do resultado da cirurgia”, avalia o cirurgião plástico Fernando Bianco (RJ).

Geralmente, o resultado final de uma cirurgia plástica aparece após cerca de seis meses, quando o organismo já está completamente desinchado e o processo de cicatrização quase que completo. Mas, praticamente no primeiro mês, o paciente já está reabilitado para voltar a sua rotina normal, precisando ficar afastado ainda de  banhos de sol e da praia – essa liberação só vem após 90 dias. Também é preciso ter cautela quanto ao consumo de bebidas alcoólicas, cigarro, entre outros.

As fibroses também podem surgir no pós operatório, se formando tanto de fora pra dentro, como também por debaixo da pele. Para evitar um resultado desfavorável, o ideal é que se recorram às drenagens modeladoras, uso de ultrassom de baixa potência e até mesmo a sessões de carboxiterapia, úteis para atenuar justamente estes quadros. “Se a paciente não tiver o cuidado necessário, as marcas deste processo podem ficar muito acentuadas. Exemplos ruins como usar calça jeans apertada, atividades físicas antes do tempo, movimentos bruscos que estique a pele tratada ou a cicatriz, podem causar a falta de drenagem no local e o acúmulo de líquido, que além da dor, em casos mais extremos, causam infecção”, orienta o cirurgião plástico.

O Dr. Fernando Bianco chama a atenção sobre outro aspecto, que faz com que a intervenção cirúrgica seja um sucesso. “Se a paciente seguir o que foi determinado, poderá usufruir tranquilamente do novo formato do seu corpo, e é sempre bom lembrar, que se deve procurar um profissional qualificado, fazer uma pesquisa entre pacientes antigos, verificar seu registro junto ao Conselho Regional de Medicina (CRM), porque cirurgia plástica, é com cirurgião plástico”, finaliza.