Sorriso bonito em qualquer idade!
22 de outubro de 2010
20 maneiras para exterminar a barriga (e 5 para disfarçá-la)
22 de outubro de 2010
Mostrar Todos

Quero meu corpo de volta!

Logo que o bebê chega ao mundo, à mamãe já quer recuperar a antiga forma física. Muitas querem recorrer (de cara!) à plástica, mas é preciso ter calma! Por causa da influência de hormônios da gestação e da lactação, alguns problemas podem ocorrer quando a plástica é realizada logo após o parto, como manchas escuras na pele, cicatrização lenta, maior retenção de líquido e maior dor no pós-operatório. Por isso, o ideal é se submeter à cirurgia somente após o período de amamentação. Selecionamos algumas cirurgias plásticas e tratamentos estéticos ideais para você recuperar a antiga forma

Por Malu Bonetto

Seios remodelados
As alterações na forma e tamanho das mamas já começam na gestação, quando o corpo da mamãe se prepara para produzir leite. Os seios ficam flácidos porque aumentam de volume na gestação e diminuem com o término da amamentação. Para estes casos, a cirurgia plástica pode ser uma ótima opção, mas “o ideal é realizar o procedimento somente após dois meses do fim da amamentação (geralmente no sexto mês), porque as mamas sofrem grande alteração depois do aleitamento e muitas vezes essas alterações só serão percebidas após esse período”, alerta o cirurgião plástico Cláudio Bicudo, da Clínica de Ipanema (RJ ).

Técnica do jaquetão
O que é: após a anestesia peridural ou local com sedação, o cirurgião faz uma incisão em forma de T invertido na parte inferior da mama através da qual faz o descolamento da pele. A glândula e os tecidos mamários são divididos em duas partes para serem cruzados (a parte da direita vai para a esquerda e vice-versa) e presos na costela com fios de sutura. O posicionamento dos tecidos em “x” é o que garante o suporte das mamas.
Pós-operatório: nas primeiras 48 horas, é recomendado permanecer deitada e levantar somente quando necessário. Um curativo de micropore é colocado ao redor da mama por 20 dias e o sutiã de sustentação deve ser usado por 45 dias.

Implante de silicone
O que é: após anestesia geral ou peridural, é feita uma incisão em formato de um pequeno ‘T’ invertido ao redor da aréola e na base da mama. Por esta incisão retira-se a pele excedente e coloca-se a prótese de silicone (atrás da glândula mamária ou do músculo).
Pós-operatório: recomenda-se o uso de sutiã cirúrgico por 30 dias. É preciso evitar movimentos bruscos por duas semanas e a exposição solar por dois meses. Exercícios físicos que envolvam os braços ou tórax estão liberados depois de 45 dias.

Barriga definida
Por mais que você tenha engordado só os nove quilos recomendados, esta região é a que mais cresce durante a gestação afinal o bebê se desenvolve no útero. “Ao optar pela cirurgia plástica na região, é indicado esperar no mínimo seis meses após o parto, para que a paciente possa retornar ao seu peso ideal e também observar a necessidade de atuar na musculatura abdominal, já que muitas pacientes conseguem restabelecer uma boa estrutura muscular”, alerta o Dr. Cláudio Bicudo.

Abdominoplastia
O que é: sob anestesia peridural ou geral, é feita uma incisão na região do abdômen, normalmente em uma região que ficará escondida pelas roupas íntimas ou biquínis, por onde é retirado o excesso de pele e gordura. “Como normalmente os músculos abdominais se afastam durante a gravidez, eles também são reposicionados”, complementa o cirurgião. O resultado é uma barriga retinha e livre de flacidez.
Pós-operatório: é indicado repouso nas duas primeiras semanas, as atividades físicas devem ser retomadas somente após 45 dias, mesmo período em que está liberado o uso da cinta modeladora.

Lipoaspiração
O que é: sob anestesia local, peridural ou geral, o cirurgião faz pequenas incisões na região do abdômen por onde é inserida uma cânula que, através de movimentos de vai-e-vem aspira às células de gordura.
Pós-operatório: a paciente pode retornar as atividades depois de cinco a 15 dias, o uso da cinta elástica é indicado por um mês.

Rosto sem manchas
Durante a gravidez é comum aparecerem manchas no rosto, isto porque durante a gestação algumas glândulas sebáceas passam a trabalhar mais, daí o aparecimento ou agravamento da acne. “Como a sensibilidade ao sol também aumenta, favorece todo tipo de mancha, e para evitá-las não abra mão do protetor solar com FPS mínimo de 30 e evite exposição solar nos horários de pico”, explica a dermatologista Adriana Vilarinho (SP ). Os tratamentos para amenizá-las são indicados somente após o período de amamentação, quando os hormônios tendem a se estabilizar.

Harmony
O que é: este aparelho de laser Erbium fracionado é indicado para rejuvenescer o rosto, clarear manchas, suavizar cicatrizes de acne e uniformizar peles grossas e com poros muito dilatados. A luz intensa pulsada emitida pelo aparelho é atraída pelo pigmento da pele, destruindo as células manchadas. Após a aplicação, aparecem pequenas crostas, que somem em dez dias. É essencial a aplicação de filtro solar durante o tratamento para evitar o surgimento.
Sessões: são necessárias pelo menos quatro, com intervalos quinzenais ou mensais entre cada uma.
Preço: em média R$850 cada sessão.

Gentle Waves
O que é: tratamento com ácidos e agulhas, ideal para quem tem danos leves como manchas claras e não gosta de nada invasivo. “O Gengle Waves é um aparelho que emite ondas durante 35 segundos, estimulando a produção de colágeno novo, ao mesmo tempo, em que impede a degradação do que já foi danificado, por exemplo, com a exposição solar. Ou seja, as ondas anulam os efeitos do sol e você envelhece menos”, explica Dra Adriana.
Sessões: dez sessões, duas vezes por semana
Preço: em média, R$ 150, a sessão.

Pele livre de estrias
Os quilinhos a mais provocam uma distensão excessiva da pele. Uma boa dica para preveni-las é evitar o ganho de peso, além dos nove quilos recomendados, e hidratar bem a pele com óleos e hidratantes corporais. Selecionamos dois tratamentos poderosos que são capazes de amenizar essas terríveis linhas. Mas para escolher o mais indicado é preciso analisar o tipo de pele e estágio.

Peeling de Cristal
O que é: tratamento capaz de eliminar as irregularidades e melhorar a aparência de cicatrizes. Após higienização da pele são aplicados jatos de cristais de corundum (mineral de maior dureza depois do diamante), que possuem propriedades desinfetantes e coagulantes, deixando a pele mais sedosa e brilhante, além de aumentar a circulação local e estimular a produção de colágeno e elastina. Em seguida a pele é lavada e submetida a compressas com loção calmante e por fim é aplicada uma máscara específica para o tipo de pele. “A paciente não precisa se ausentar de suas atividades normais, além de poder escolher a área exata do tratamento e a profundidade da exfoliação”, explica a dermatologista Adriana Vilarinho (SP).
Sessões: de cinco a dez, semanalmente, dependendo do caso.
Preço: R$ 120, em média, cada sessão.

Carboxiterapia
O que é: procedimento estético em que, com a ajuda de uma agulha bem fininha, são aplicadas várias injeções de gás carbônico na camada subdérmica da região que será tratada, como seios, coxas, bumbum e até mesmo abdômen. Com isso, ocorre o estímulo da produção de colágeno (um dos responsáveis pela qualidade cutânea), assim como o aumento do fluxo sanguíneo e da oxigenação dos tecidos. Apesar de um pouco incômodo durante sua aplicação, os resultados valem a pena. As estrias em estágio inicial (avermelhadas e arroxeadas) ficam praticamente imperceptíveis. Já as mais avançadas (amareladas e esbranquiçadas) se amenizam bastante.
Sessões: recomenda-se cerca de 15 a 20, sendo que elas devem ser realizadas – no máximo – duas vezes por semana.
Preço: R$ 200, em média, cada sessão.

Será que é verdade mesmo?
Durante a gravidez é comum ouvirmos vários comentários sobre cuidados de beleza. Pedimos aos especialistas que analisassem cada um deles e explicassem se eles realmente têm fundamento ou não.

Vou prevenir as estrias se passar óleo de amêndoa todos os dias, sem exceção” Isto é um mito, pois a melhor maneira de prevenir é não engordar muito, e hidratar a pele é sempre necessário independente da gravidez. “O que poucas pessoas sabem é que uso do óleo não hidrata a pele, deve sempre ser associado ao hidratante corporal”, explica a dermatologista Adriana Vilarinho.

“Toda grávida fica com mancha no rosto”
Se você sempre cuidou da sua pele, evitando exposição ao sol sem filtro solar, dificilmente terá a pele manchada. “Acredito que esta crença é porque antigamente não havia o compromisso de usar filtro solar e as mulheres expostas ao sol ficavam com a pele manchada e não sabiam o porquê”, complementa a médica.

“Se eu amamentar ficarei com os seios flácidos”
Mito. O que ocorre é que durante a gestação as mamas aumentam por causa da lactação e consequentemente a pele tende a esticar. Depois da amamentação ela voltará ao tamanho anterior, e a pele pode ficar flácida. Outros fatores que comprovadamente influem na flacidez dos seios são idade, genética, tamanho das mamas, fumo e falta de exercício físico.

“Preciso comer por dois durante minha gestação”
Se duplicar a ingestão de nutrientes, aumentará o peso mais do que o recomendado. Nessa fase, é importante investir em alimentos ricos em vitaminas e nutrientes, como por exemplo: proteínas, ferro, cálcio e ácido fólico, com um baixo teor de gordura. Alguns alimentos que trazem estes benefícios são a carne vermelha que possui proteínas e ferro, os laticínios em geral que contêm cálcio e os vegetais verdes escuros, cereais, leguminosas e ovos, que são ricos em ácido fólico.

De volta à boa forma
Aos 37 anos, a jornalista Liliane Ventura decidiu que era hora de ser mãe e recorreu a inseminação artificial. Os frutos foram Laura e Victor, hoje com seis meses. Durante a gestação, Liliane engordou 27 kg, mas ela revela que já emagreceu 30! “Por causa da inseminação, tive muita retenção de líquido. Bebia muita água, cortei os carboidratos a noite e comia muita fruta. Mesmo assim as roupas não serviam e o excesso de peso me dava dor nas pernas. Também abusei dos cremes específicos para mulheres grávidas da dermatologista Lígia Kogos.” Os gêmeos nasceram de sete meses e foram amamentados até os três meses, tempo em que acelerou o metabolismo da mãe – tanto que nos primeiros dez dias já havia perdido 18kg. Depois que secou o leite, procurou o endocrinologista Mauricio Hyrata e descobriu que um dos motivos que a fez engordar tanto foi o excesso de frutas, já que algumas são ricas em açúcar. Para voltar ao peso, além da alimentação balanceada, fez drenagem linfática, massagem modeladora e outros tratamentos estéticos.