Aprenda a fazer sucos detox à base de uva
7 de dezembro de 2017
Pratos deliciosos para incluir o salmão na sua dieta
14 de dezembro de 2017
Mostrar Todos

Cuidados redobrados para seguir após a abdominoplastia

Você finalmente realizou a tão sonhada cirurgia plástica e não vê a hora de exibir a barriga chapada… Calma! É preciso seguir a risca algumas recomendações durante o pós-operatório para que o resultado saia como o esperado. Quem enumera alguns cuidados é o Dr. Flávio Garcia, diretor clínico da Dream Plastic (SP)

 

Fique de olho na alimentação
Pode parecer exagero, mas a dieta interfere sim na cicatrização. Alimentos ricos em vitamina C, como limão, pimentão e brócolis, por exemplo, colaboram com o processo de cicatrização e fortalecem o sistema imunológico. As frutas vermelhas também são boas opções, pois contêm flavonoides, que têm ação anti-inflamatória e anti-hemorrágica e consequentemente ajudam a desinchar e controlar sangramentos.

Mantenha a postura
Para evitar a abertura dos pontos, você não deverá esticar completamente seu tronco por cerca de três semanas após a cirurgia. Por este motivo deve-se andar de forma curvada por 30 dias, aproximadamente para que a pele se acomode naturalmente. Na hora de dormir, a posição certa é de barriga para cima, com a cabeça mais alta e as pernas dobradas, apoiadas em travesseiros. Deve-se manter nesta posição pelo menos 15 dias. Desta forma, você evita sentir dor na região operada, pressionar o abdômen e machucar a cicatriz que ainda está recente.

Não abra mão da cinta pós-cirúrgica
Também conhecida como malha, a cinta pós-cirúrgica tem a função de comprimir os tecidos traumatizados, reduzindo o acúmulo de água e, consequentemente, o inchaço. O ideal é que você use a cinta pós-cirúrgica de abdominoplastia por, pelo menos, dois meses e, jamais tire a malha de forma brusca ou enquanto estiver em pé, pois você pode ter queda de pressão e até tonturas. Na hora de escolher o modelo, é importante que você siga rigorosamente a indicação do seu cirurgião plástico e, jamais compre um modelo ou marca fora da especificação citados por ele.

Não esqueça de agendar as sessões de drenagem linfática
As lesões que ocorrem durante o ato cirúrgico, normalmente promovem hematomas, edemas, dor e até redução da sensibilidade da pele. E, para resolver isso a drenagem linfática em abdominoplastia tem um importante papel já que ajuda a eliminar o excesso de líquidos e toxinas do organismo por meio do sistema linfático.

Opte por atividades físicas leves
Evitar esforço físico não significa que você deve ficar imóvel. Pelo contrário, é recomendado que você faça pequenas caminhadas, devagar e respeitando as limitações do seu corpo. O retorno as atividades físicas será gradativo e o seu cirurgião plástico vai liberá-la aos poucos. Em média, para atividades aeróbicas, como esteira, andar de bicicleta e dançar, a liberação é feita em 40 dias. Já para atividades mais pesadas, que exigem um esforço maior e levantamento de peso, este tempo de espera passa para três meses. Mas não se precipite! Converse com seu médico e aguarde a liberação dele para fazer qualquer atividade.

Saiba mais em
www.plasticadosonho.com.br/cirurgia-plastica/abdominoplastia/abdominoplastia-recuperacao