Pele limpa com água micelar
12 de abril de 2016
Lipo no braco
Lipoaspiração no braço
14 de abril de 2016
Mostrar Todos

A idade do seu sorriso

A idade do seu sorriso

Qual a idade do seu sorriso?

Todo mundo quer exibir um sorriso perfeito com dentes saudáveis. Para isso, é preciso começar a cuidar deles desde cedo. Confira a seguir quais os cuidados que devem ser seguidos em cada faixa etária.

Por: Malu Bonetto

A-idade-do-seu-sorriso-2INFÂNCIA

Higiene é fundamental!

Assim que os dentes de leite derem lugar aos dentes per-manentes, por volta dos seis anos de idade, é hora de marcar uma consulta com um profissional que orientará a respeito da cárie, da alimentação e da limpeza correta dos dentes, afinal, segundo a odontopediatra Carolina Cardoso Guedes (SP), são esses cuidados que garantirão a saúde deles durante toda a vida. Diferente do que muitas pessoas pensam, o uso de creme dental fluoretado nessa fase está liberado desde que a concentração de flúor seja em torno de 1100 ppm, além disso, é importante observar a quantidade de pasta que se co-loca na escova que, dependendo da idade, pode variar de um grão de arroz até uma ervilha. Na hora de escovar os dentes de maneira correta, lembre-se de usar o fio dental sempre deslizando-o entre os dentes para promover a limpeza da região sem agredir as gengivas, em seguida opte por escovas com cerdas macias para não machucar as gengivas, e com a cabeça pequena para alcançar os dentes que estão no fundo da boca. E, claro, não esqueça que a língua também deve ser limpa da maneira certa (com a escova de dente ou com o raspador) para evitar a formação da saburra, uma espécie de placa bacteriana que fica acumulada sobre ela, entre as papilas gustativas. Uma outra dúvida comum é sobre o uso da chupeta ou bico. “Na verdade não existe um consenso sobre sua utilização, mas a maioria dos profissionais recomenda que a chupeta possa ser utilizada, de preferência, apenas para dormir, até no máximo dois anos de idade. Além de acalmar a criança, a chupeta pode auxiliar a evitar o hábito de chupar o dedo, muito mais difícil de ser tratado”, diz o dentista Eduardo Favilla, diretor técnico da FACIES Estética Oral e Maxilofacial (RJ).

ADOLESCÊNCIA

Foco na estética!

Nesta fase os pacientes se preocupam muito com a parte estética, daí a grande procura pelos aparelhos ortodônticos e clareamento. “Na fase de dentição mista, o aparelho móvel é utilizado para uma ortodontia preventiva, para uma preparação dentária e/ou óssea para a dentição per-manente. Já o aparelho fixo é utilizado na ortodontia corretiva, na dentição permanente, onde fará a correção dentária deixando os dentes alinhados e corrigindo as más oclusões”, explica a ortodontista Fabiana Davi (SP). Entre as técnicas ortodônticas disponíveis estão o aparelho fixo convencional, em que os bráquetes são metálicos e os fios que neles prendem também; os aparelhos autoligados em que os bráquetes metálicos são extremamente pequenos e confortáveis; o aparelho estético de safira em que os bráquetes são translúcidos, podendo ser comparados aos cerâmicos e a borrachinha é da mesma cor do dente e não muda de cor com o passar do tempo; e o aparelho lingual, em que os bráquetes são posicionados na face interna dos dentes e se adaptam à anatomia da face interna dos dentes, que é muito variável (alguns dentes possuem sulcos mais profundos). Já para manter os dentes mais brancos, os métodos mais usados para o clareamento são o a laser no consultório com moldeira em casa e no consultório. Quando optado pelo a laser, o gel de clareamento é ativado com o auxílio da luz emitida pelo laser, o número de sessões vai depender do grau de escurecimento do dente, mas em média com duas sessões semanais se pode clarear de cinco a quinze tons na escala de cor 3D. Já no clareamento no consultório com uso de moldeira, a moldeira recebe o gel clareador e é levada à boca por aproximadamente 30 minutos, sempre sob supervisão do profissional, no consultório. Para potencializar o resultado, o procedimento deverá ser repetido diariamente em casa e o número de sessões depende do grau de escurecimento dos dentes e da reação do organismo à intervenção. Para quem optar por fazer em casa o clareamento caseiro com moldeira, o paciente aplica na moldeira de silicone o gel clareador e usa por algumas horas (deter-minado pelo dentista), alguns dias até alcançar o tom ideal. O tempo de tratamento depende do grau de escurecimento dos dentes, mas geralmente dura de dez a 14 dias de uso contínuo do gel na moldeira. Também não se pode ignorar que, na maioria das pessoas, entre os 17 e 18 anos, deverá ocorrer a erupção dos últimos dentes permanentes, os sisos. “Denominados terceiros molares, esses últimos quatro dentes, dois em cima e dois embaixo de cada lado, completam os 32 dentes normais da dentição do adulto. Devemos estar atentos a desconforto, vermelhidão e dor na região da gengiva atrás dos últimos dentes, e qualquer dúvida pro-curar um profissional para que uma avaliação mais precisa possa ser feita. Apesar dos temores associados aos dentes do siso é necessário que se compreenda que, caso haja espaço nas arcadas, esses dentes podem permanecer na boca, entendendo que a higiene nessa região é sempre mais difícil e que deverá ser feita com mais cuidado”, complementa o dentista Eduardo Favilla, diretor técnico da Facies Estética Oral e Maxilofacial (RJ).

FASE ADULTA

Saúde acima de tudo!

Claro que a procura por tratamentos da odontologia estética continuam, e o estresse, muito comum nesta idade, pode gerar vários problemas odontológicos como o bruxismo ou apertamento dos dentes que prejudica o funcionamento da ATM, causando uma DTM, disfunção temporomandibular, a má oclusão, desgaste excessivo dos dentes, inclinação acentuada e os estalos e dores típicos da ATM. Também é nesta fase que muitas mulheres engravidam, por isso é preciso aumentar os cuidados para evitar cáries e problemas ortodônticos. “Os hormônios da gravidez podem aumentar o índice de gengivite e sangramento, por isso é preciso sempre procurar um dentista para fazer limpeza e ter uma boa escovação com uso de fio dental e escova de cerdas macias”, aconselha a explica a dentista Lhysis Fioravanti (SP). Já a partir dos 55 anos, o fluxo salivar diminui consideravelmente, e como a saliva é um autolimpante natural, sua ausência favorece a formação de placas bacterianas e causa mau hálito, ou seja, mantenha o habito saudável de ingerir dois litros de água diariamente. Também é nessa fase que o índice de perda óssea, uma das principais razões para as pessoas perderem os dentes, é maior. Por isso é importante manter uma dieta saudável, com ingestão de cálcio e vitamina D e, se você tiver histórico familiar de osteoporose, exames dentários são necessários, já que uma radiografia pode detectar degeneração óssea.