BB Cream: O bálsamo da beleza
2 de outubro de 2012
Verão 2013 só vai dar você!
2 de outubro de 2012

Ter os dentes brancos não é só uma questão de vaidade, eles interferem e muito na vida pessoal e profissional. Quando amarelados, transmitem a imagem de uma pessoa que não se preocupa com a saúde. já quando brancos, refletem os cuidados que a pessoa tem com o sorriso e até elevam a confiança e autoestima

Por Malu Bonetto

Ok, todas nós queremos um sorriso branquinho. Então o primeiro passo é descobrir porque eles estão escurecidos. “Todas nós nascemos com a dentina primária que já possui por sua natureza, um aspecto amarelado. Durante toda nossa vida há formação de dentina secundária, tornando essa camada mais amarelada e espessa. Já o esmalte dental (camada mais superficial dos dentes) é translúcido, portanto, deixa transparecer a pigmentação da dentina”, explica a cirurgiã-dentista Ana Paula Malagoni, da APM Clínica Odontológica (SP). Também precisamos levar em conta que estamos constantemente em contato com alimentos corantes como vinho tinto, chocolate, café e refrigerante a base de cola, os dentes tendem a sofrer a ação da pigmentação e ficarem amarelados, com aspecto envelhecido. Mas com as diversas opções de clareamento disponíveis no mercado fica mais fácil exibir um belo sorriso branquinho.

Mas não são só os pigmentos que interferem na cor dos dentes, também há as causas que acometem o interior da estrutura do dente como tratamentos de canal em que a obturação não fica perfeitamente colada e, consequentemente, pode haver pequenas manchas de sangue. Além diso, o uso excessivo de antibióticos na infância e a presença do tártaro e da placa bacteriana também contribuem para que os corantes dos alimentos se depositem nos dentes, escurecendo-os. Logo, vale ter em mente que a má higienização interfere e muito na cor dos dentes.

Claro que o clareamento, seja em casa ou no consultório é a técnica mais procurada, mas é importante salientar que ele é indicado somente para pessoas acima de dezesseis anos, pois nessa fase as raízes já estão totalmente formadas, e os dentes sadios, sem cáries e sem doenças periodontais (problemas de gengiva). Se você não faz parte deste grupo então escolha a melhor técnica que se adequa a seu caso e rotina diária e vá já exibir um sorriso branquinho.

Clareamento Zoom

Como é: neste sistema californiano de clareamento dental, o gel clareador zoom (à base de peróxido de hidrogênio) é aplicado na superfície dos dentes e ativado pela lâmpada zoom. “Nesse processo ocorre a reação do peróxido com o ferro produzindo radicais de hidroxila (que são eliminadores de manchas), clareando assim os dentes”, explica a cirurgiã-dentista Mara Lúcia Marinho, da Personal Dent (SP).

Tempo de tratamento: 45 minutos.

Resultado que é possível atingir: uma sessão de 45 minutos clareia os dentes em até oito tons.

Manutenção: dependendo do grau de escurecimento e o quanto se deseja clarear a manutenção é feita em um ou dois anos após o tratamento.

Vantagens e desvantagens: é um procedimento rápido já que em uma hora os dentes se tornam brancos e brilhantes, eficiente, confortável e seguro.

Clareamento caseiro com moldeira

Como é: após a moldagem da arcada do paciente, o laboratório obtém um modelo de gesso sobre o qual se faz uma moldeira de silicone, que se adapta perfeitamente às arcadas do paciente. Nesta moldeira, o paciente aplica o gel clareador (com aproximadamente 32% de concentração do gel clareador) e a leva à boca pelo tempo determinado pelo dentista. A concentração do gel clareador varia de paciente para paciente por causa do grau de escurecimento dos dentes e a moldeira deve ser usada no período da noite.

Tempo de tratamento: pode durar de uma a três semanas, dependendo do grau de escurecimento dos dentes, e a cada semana o paciente deve ir ao consultório para uma avaliação.

Resultado que é possível atingir: depende do comprometimento de cada pessoa com o tratamento.

Manutenção: depois de finalizado o procedimento, pode-se estimar um período de aproximadamente um ano para uma nova sessão, sendo que cada paciente deve ser reavaliado a cada seis meses.

Vantagens e desvantagens: o procedimento é mais barato do que o realizado em consultório, porém o resultado é mais lento e depende do uso das moldeiras.

Clareamento a laser no consultório

Como é: “um gel à base de peróxido de hidrogênio, com concentração de 35 a 40% é aplicado sobre a superfície externa dos dentes, e o laser, juntamente com o LED, é aplicado sobre este gel, ativando a liberação de moléculas de oxigênio, que penetram na estrutura dentária, eliminando as manchas”, explica a cirurgiã-dentista Rita Trindade, do Spa Rita Trindade (DF).

Tempo de tratamento: no máximo duas sessões com intervalo de três dias, mas já na primeira sessão o resultado é visível.

Resultado que é possível atingir: geralmente, os dentes são clareados de dois a três tons.

Manutenção: a cada seis meses é indicado fazer uma manutenção, mas os dentes nunca voltarão a cor de eram antes do clareamento.

Vantagens e desvantagens: é uma técnica segura, pois o dentista pode controlar a concentração do gel e o agente clareador não tem contato com a gengiva já que ela é protegida com um material borrachoide e também não afeta a estrutura dentária.

Clareamento no consultório com moldeira

Como é: após a profilaxia bucal, é confeccionada a moldeira de silicone, que se adapta perfeitamente às arcadas do paciente. A moldeira recebe o gel clareador (concentrado de 10% a 16%) e é levada à boca por aproximadamente 30 minutos, sempre sob supervisão do profissional, no consultório.

Tempo de tratamento: a sessão dura 30 minutos, em média. O número de sessões depende do grau de escurecimento dos dentes e da reação do organismo à intervenção.

Resultado que é possível atingir: cada paciente reage de forma diferente ao tratamento, mas normalmente os dentes clareiam pelo menos dois tons.

Manutenção: a cada três anos deve-se refazer a técnica.

Vantagens e desvantagens: apesar de clarear os dentes mais rápido do que o método caseiro pode ter como efeito colateral uma sensibilidade transitória e leve ardência na gengiva, já que não é possível isolá-la.

Cremes clareadores: será que funcionam?

Muito se ouve falar que em poucos dias, com o uso de cremes dentais clareadores é possível conquistar o tão sonhado sorriso branquinho. Mas segundo o cirurgião dentista Flávio Luposeli (SP) eles apenas retiram algumas manchas, ou seja, não provocam clareamento profundo, como acontece na utilização do peróxido de hidrogênio ou do peróxido de carbamida, que são substâncias utilizadas pelos dentistas para fazer o clareamento dentário. Estes cremes não devem ser usados no dia a dia, mas somente quando os dentes já estiverem escurecidos e com manchas. “E mesmo assim, no máximo três vezes por semana e sob a supervisão de um dentista.” Vale ressaltar que esses produtos não devem ser usados por gestantes e lactantes.

DENTES BRANCOS EM 3 DIAS!

Nos Estados Unidos, esse produto é uma verdadeira febre. Não à toa quer foi aquele alvoroço no Brasil quando a Oral B comunicou o seu lançamento por aqui. Estamos falando do 3D Whitestrips, umas tiras que agem como branqueadoras dos dentes, eliminando as manchas e deixando-os visivelmente mais branquinhos. Ele contém peróxido, a mesma substância utilizada por dentistas para tratamentos de branqueamento, que age sobre as manchas intrínsecas que se localiza abaixo do esmalte e cujas principais causas são o envelhecimento, o uso de alguns medicamentos e resíduos de comida e bebidas – só é removida com tratamentos específicos. As fitas finas e flexíveis cobertas com peróxido, em contato com os dentes, promove o clareamento sem causar dano ao esmalte. O produto deve ser usado duas vezes ao dia durante 30 minutos. Segundo o fabricante, em apenas três dias o produto deixa os dentes mais brancos porém é importante salientar que só age em dentes naturais, ou seja, não branquearão os diversos tipos de coroas, facetas, obturações ou dentaduras. Ele é contraindicado para menores de 12 anos porque há riscos que ela engula e possibilidade de ter maior sensibilidade ao produto. Também
é importante que, após a remoção da fita, enxague ou escove os dentes.

Veja abaixo o método de aplicação das tirinhas:

Retire uma tira para uso imediato. Para melhores resultados, não escove os dentes antes da aplicação. Aplique a tira sobre os dentes e alinhe-a com a gengiva, pressionando levemente para um perfeito contato. Dobre a sobra da tira na parte de trás dos dentes. Deixe o produto agir por 30 minutos, duas vezes ao dia. Descarte a tira. Se tiver resíduo de gel nos dentes, baste enxaguar com água ou retirá-lo com a ajuda da escova de dente.

Leia essa e outras matérias na Plástica & Beleza n° 129.