Pedale pelas suas curvas!
27 de outubro de 2010
Pernas lindas no verão
28 de outubro de 2010
Mostrar Todos

O outro lado da musa

Quem vê Monique Evans, 54 anos, fazendo divertidas entrevistas, não imagina que ela morre de vergonha e convive há anos com distúrbio de déficit de atenção e crises de depressão. Estas e outras curiosidades a titia contou durante um dia descontraído que passou com nossa equipe

Por Malu Bonetto
Fotos Felipe Lessa


Quando convidamos a bela Monique Evans para ser nossa capa, ela logo gostou da ideia, mas no segundo contato demonstrou insegurança com o próprio corpo. Disse que estava se sentindo gorda, que estava sem tempo de malhar e outras encanações que só nós mulheres entendemos! Mas não desistimos da capa! Afinal, além de continuar com um corpão, ela é carismática (tanto que o número de seguidores no seu twitter ultrapassa os 172 mil – número registrado antes mesmo de ela entrar no reality show A Fazenda, da Rede Record, fato que fez elevar o número para 181 mil ainda na primeira semana no programa.). No dia das fotos, eu aguardava sua chegada dela no estúdio com dúvida se ficaria frente a frente com uma pessoa bacana ou não – afinal, tantos anos de estrelato poderiam tê-la transformado em uma mulher uma tanto quanto “metida”. Confesso que me surpreendi quando ela saiu do carro e logo esboçou um largo sorriso. A empatia foi tão grande que no final da entrevista parecia que estava de papo com uma amiga de muito tempo.

Era uma vez…
Considerada um dos símbolos sexuais da década de 80, a loira confessa que aos 14 anos se achava horrorosa – muito alta e magra demais. Ela queria ser (pasmem!) baixinha e gordinha. A timidez era tanta que tinha até vergonha de comer perto de outras pessoas. Cansada de ver a filha chorar tanto, a mãe de Monique resolveu buscar ajuda. “Ela me levou em uma associação para aprender a comer. Para pagar o curso comecei a desfilar para eles e este foi o ponta-pé inicial para minha carreira de modelo”. Já consagrada nas passarelas do circuito Paris-Milão, Monique, em 2000, estreiou na televisão como apresentadora do programa “De noite na cama”, ao canal Shoptime. “Um dia eu estava assistindo o canal e percebi que havia um jeito mais engraçado de vender produtos eróticos e escrevi o roteiro de um programa. A emissora adorou o projeto e comecei a fazer eu mesma, desde a produção até a apresentação.” De 2002 até 2005, apresentou o programa Noite Afora, na Rede TV! e, ainda na mesma emissora integrou a equipe do TV Fama. É claro que não pude deixar de perguntar sobre os boatos que envolviam o nome dela e com o reality show A Fazenda 3, da Rede Record. Cotada para participar da primeira edição do programa, titia conta que se ficasse exposta 24 horas, perceberiam que ela é alegre, engraçada e fala o que pensa. “Os telespectadores também veriam que não gosto de pessoas que ficam em cima do muro. E claro, não teria como esconder minha depressão.” Depressão esta que a acompanha desde os 14 anos. “Tenho muito medo, vergonha e síndrome do pânico. Por causa do DDA (distúrbio de déficit de atenção), quando acontece três coisas ao mesmo tempo comigo não consigo prestar atenção. Aí, se vem uma quarta situação eu começo a entrar em pânico, suar frio e me sentir culpada por não dar atenção as pessoas.” Uma semana antes de a nossa revista entrar em gráfica, o reality show A Fazenda 3, da Rede Record, estreou e (confirmando os boatos) a bela Monique faz parte do grupo confinado. Mas pelo que já pude notar nos primeiros dias do programa, ela vai se destacar muito na atração.


Vaidosa, eu?
“Não sei se sou vaidosa, mas me cobro muito. Sempre acho que poderia ter malhado mais, feito mais dieta. Acho que se eu fosse mais vaidosa, teria feito a abdominoplastia que a Dra. Ana Helena Patrus, da Clínica Santé (SP), tanto me aconselha.”
E por falar na clínica das estrelas, a Santé também tem participação importantíssima no visual atual da loira. “Como eu gravava muitas reportagens externas, os câmeras, mais baixinhos do que eu, me filmavam de baixo e a aparência do meu papo me incomodava muito. Por isso, há um ano e meio, me submeti a um minilifting para resolver o problema.” Fã de carteirinha de tratamentos estéticos, a Monique revela que adora experimentar os aparelhos da Clínica Scandalo Body & Hair (SP) e da Santé, onde faz sessões de Power Shape, de duas a três vezes por semana, para tratar celulite e flacidez; de Ultra Accent XL, para gordura localizada e contorno corporal; e de estimulação russa, usada principalmente para flacidez, uma vez a cada 15 dias. Para manter a pele do corpo macia e bem hidratada, ela usa o hidratante de amêndoas da Avon e o da Mahogany. Já a limpeza do rosto fica por conta do adstringente facial da Clinique. Como os fios originalmente pretos são tingidos de loiro e ela usa muito secador e chapinha, optou pela técnica de alongamento capilar de Great Lengths feita pela hair stylist Luciana Alvarez, do salão Scenário (SP), para evitar que os fios naturais passem por tantos processos químicos.

Lição de vida
Há 14 anos, Monique enfrentou um drama pessoal. “Fui acompanhar um ex-namorado em uma cirurgia plástica e comentei com o médico que quando eu fizesse a minha teria de tirar uma pinta para fazer biópsia. Ele me aconselhou a não adiar, fizemos a biópsia lá mesmo e constatamos ser um melanoma.” Por precaução, os médicos optaram por retirar bastante tecido mamário para não ter nódulos. Para preencher o espaço foi colocado uma prótese de silicone que era a que melhor se encaixava no espaço. Mas esta não foi a primeira vez que ela colocou prótese de silicone nos seios. Em 1980 ela colocou a primeira, depois de um ano precisou trocar porque endureceram e, hoje, exibe próteses de silicone de 300 ml. Monique também aprendeu a conviver com o DDA e depressão. “Tenho algumas crises. No ano passado, por exemplo, eu não queria acordar, o start não funcionava. Não tenho sono, mas gosto de ficar na cama para pensar no que tenho de fazer mesmo porque resolvo todos os problemas sozinha.” Tanto que durante as fotos, o piscineiro ligou para passar o orçamento do conserto da piscina.

Vendo os anos passar…
Monique é categórica ao dizer que com o tempo fica mais difícil emagrecer, a pele fica flácida e os músculos não respondem como deveriam. Recentemente, ela literalmente sentiu isto na pele. Em uma crise de depressão, perdeu a vontade de sair de casa e, consequentemente, não frequentou a academia. Com medo de engordar resolveu cortar os carboidratos da sua dieta. O resultado apareceu na balança – foram nove quilos a menos em dois meses. “Achei o máximo o visual mais sequinho, mas só quando estava vestida! Algumas regiões do corpo estavam flácidas. Quando voltei a malhar, estava me sentindo fraca, então voltei aos poucos e hoje já recuperei quatro dos nove quilos perdidos.” Uma coisa que incomoda, e muito, Monique é chamá-la de velha de forma pejorativa. “Todo mundo chegará nesta idade. Velhice é algo de espírito e alma. Vai da pessoa saber lidar, de forma saudável dentro dos parâmetros da sua idade. Não vejo numa boa os anos passando, algumas doenças vão surgindo e eu não gosto dessa parte. A gengiva muda, você fica mais lenta, essas são algumas coisas são chatas de envelhecer.”

Na medida certa
Quem vê o corpão que Monique exibe nas fotos e pessoalmente no programa, com certeza se questiona como é que ela exibe, aos 54 anos, este shape de fazer inveja a qualquer menina. “Malho desde que inventaram a malhação, desde que me entendo por gente. Na época não tinha musculação, fazia aula de ginástica mesmo”, relembra Monique. Quando modelo, a loira pesava 49 kg, o que era pouco para os seus 1,75m de altura. Logo que abandonou as passarelas, resolveu exibir uma silhueta mais curvilínea e a investir pesado na malhação. “Todo mundo acha que faço um monte de coisa, mas a única coisa que faço é malhação e evito comer carboidrato à noite, açúcar e sal porque meu rosto incha no dia seguinte.” Na academia, tanto na Bio Ritmo, quanto na Target Fit – ambas em Alphaville, condomínio da Grande São Paulo, onde mora com a filha Bárbara Evans -, ela gosta de fazer body combat, spinning, transport. “Dependendo da aula que quero fazer, escolho a academia”, revela a bela.