Unhas de mulher
Alongue suas garras
4 de Abril de 2016
Pequenos & Poderosos
Pequenos & Poderosos
5 de Abril de 2016
Mostrar Todos

Nanda Ziegler

Nanda Ziegler

Cantinho da Famosa

Nanda Ziegler_2

Feliz da vida com o sucesso de Os Dez Mandamentos da Rede Record, a atriz fala de sua personagem e da vida pessoal

Por: Malu Bonetto

Assim está Nanda Ziegler, feliz da vida! Afinal, ela ainda colhe os frutos do sucesso da novela Os Dez Mandamentos, em que viveu Judite, e se prepara para estrear sua primeira produção independente no cinema.

Depois do sucesso da primeira fase da novela Os Dez Mandamentos, da Rede Record, Nanda Ziegler, 34 anos, dará continuidade à Judite na segunda fase. “Fiquei muito feliz com o sucesso da novela e do filme, foi um trabalho que todos se uniram para dar certo e ver o resultado”, diz a atriz, que na segunda fase morrerá salvando o filho Jairo. “Eu também faço tudo pelo meu filho Enrico (fruto do seu casamento com o diretor Alexandre Avancini), ele é o amor da minha vida. Acho que o mais importante na nossa vida é nos doarmos para o outro, sermos menos egoístas e pensarmos mais no próximo. E não existe proximidade maior que a família.”

Enquanto Judite era uma mulher casada e submissa, maltratada pelo marido, Nanda se diz uma mulher vaidosa, mas sem exageros. “Gosto de andar de bicicleta, fazer esteira, caminhar e de exercícios aeróbicos que liberam endorfina e dão energia para o resto do dia. Procuro ter uma alimentação balanceada com frutas, legumes, verduras e opto sempre por grãos integrais.E, para manter o equilíbrio e me alimentar sem exageros, costumo comer uma fruta meia hora antes de cada refeição para ajudar a saciar a fome e comer menos”, conta a atriz que ainda este ano volta às telonas como a prostituta Marli, no longa-metragem O Tempo Feliz Que Passou, de André da Costa Pinto, e como produtora do curta-metragem ficção Aspirina para Dor de Cabeça, de Philippe Bastos, em que ela também atua.

Quando o assunto é cirurgia Plástica…

Recorrer ao bisturi não está nos planos da atriz que acha válido, sim, recorrer à cirurgia plástica quando a pessoa não está se sentindo bem consigo mesma. “Mas é preciso ter cuidado com o excesso e saber que você pode mudar o corpo, mas se não muda sua mente, de nada adianta. E, claro, não podemos esquecer o quão é importante fazer o procedimento com um médico de sua confiança.”