-3 kg em 7 dias com a dieta dos sucos
4 de outubro de 2010
Plástica a custo zero
10 de outubro de 2010
Mostrar Todos

Geisy Arruda – Uma loira de sorte

Da noite para o dia, a estudante Geisy Arruda e seu vestido rosa viraram assunto nas rodinhas de conversa. Alguns meses se passaram e ela continua sendo comentada. Agora, não mais pela polêmica na qual esteve envolvida, mas pela mudança no seu visual

Por Bruna Sant’anna
Fotos: L.S. Queiroz


A história da estudante paulistana Geisy
Arruda era, até outro dia, como a de tantas outras universitárias de 20 anos. Durante o dia trabalhava como caixa em um mercado e à noite ia para a faculdade onde frequentava o curso de Turismo. Tudo ia bem até que chegou o fatídico 22 de outubro de 2009, uma quinta-feira. Nesse dia, colocou um vestido rosa (que já havia sido usado em outras oportunidades), enfeitou-se e seguiu para a faculdade. Mal sabia ela que, ao escolher esse visual, sua vida estaria prestes a virar de cabeça para baixo. Ao chegar à faculdade, algumas pessoas mexeram com ela no caminho para a sala de aula, mas foi na hora do intervalo que a balbúrdia aconteceu. Não se sabe como começou, mas todos sabem bem como terminou: incontáveis alunos se dirigiram à sala onde Geisy estudava e começaram a gritar insultos à moça. A situação se descontrolou de tal forma que foi necessário chamar a polícia, que a escoltou até chegar em casa. Dias depois, vídeos do episódio gravados com celulares foram colocados na internet e não precisou de mais de uma semana para todo o Brasil (e mais tarde o mundo) ficar sabendo da situação. A partir daí, todos ficaram por dentro da história. Detalhes e boatos foram se tornando públicos e as opiniões começaram a ser formadas. Do outro lado, Geisy Arruda começava a sentir o gostinho da fama. Com o episódio sendo o assunto do momento, todos queriam conversar com ela, saber sua versão dos fatos, saber mais detalhes e até conhecer mais da sua vida particular. Programas de televisão, capas de revistas, entrevistas em jornais e rádio passaram a fazer parte da rotina desta moça que até quatro meses atrás sequer sonhava em ser famosa, pois achava que essa era uma realidade muito distante.

Vivendo e aprendendo
Com a história ganhando as ruas, todo mundo passou a ter uma opinião sobre o acontecimento. A própria Geisy, claro, tem a sua bem formada. “Não foi o vestido que levou a este vandalismo. Não mudaria nada no meu comportamento, eles é que têm de mudar”, comenta a loira. Para virar esta página da sua vida, a estudante pretende mudar de faculdade. O lado bom dessa experiência é o aprendizado de vida que ela teve. “Aprendi a ter mais responsabilidade, a respeitar a opinião das pessoas, a manter a cabeça no lugar, a dar mais valor ao direito de expressão.” Ok, foram inúmeras as lições, mas nenhuma delas envolve mudanças no seu jeito de ser ou no look sensual. Porque isso, ela garante, não vai mudar nunca.

Glamour a jato
O tempo passou, a história ficou no ano passado, mas todos ainda se lembram da “loira do vestido rosa”. A diferença é que hoje ninguém mais quer saber do fatídico dia 22 de outubro, mas se interessam sobre a vida pessoal da moça. Apesar de estar com o rostinho estampado em todo canto e ter seu nome repetido aos quatro ventos, Geisy não se considera uma pessoa famosa, tampouco uma celebridade. “Não acho que seja fama, sou apenas conhecida. As pessoas conheceram a minha história, abraçaram e têm opiniões…” Sua presença maciça na mídia tem uma única explicação: “a ideia é aproveitar a oportunidade e usar o que aconteceu comigo para seguir em frente, conscientizar as pessoas.” Só que a fama tem lá seus benefícios – e ela está tirando proveito disso. Apesar de não ter a intenção de seguir a carreira artística (pelo menos agora), aproveitou a oportunidade que surgiu para fazer curso de teatro, algo que sempre teve vontade, desfilou nos carnavais carioca e paulistano e está fazendo campanhas e participações em eventos.

Quanta diferença!
Tão logo sua história ficou conhecida, surgiu em sua vida um cabeleireiro que se tornaria um grande amigo e também sua fada madrinha. O profissional Julinho do Carmo, vendo potencial na loira, entrou em contanto com ela a fim de mudar seu visual. E assim foi. Ele foi o responsável por colocar alongamento de 70 cm, pintar seu cabelo a cada 20 dias (ele quer arrumar a cor, que estava bastante desbotada) e fazer tratamentos capilares, todos com o intuito de recuperar a saúde e beleza dos fios. A cada semana ele investe em uma técnica diferente, seja hidratação, cauterização ou alguma outra novidade. Mas as magias da varinha de condão de Julinho do Carmo não se limitaram às madeixas. Graças a ele, Geisy fez uma transformação geral no corpo. Depois de ser convidada a desfilar como destaque de carro na escola de samba carioca Porto da Pedra e também na escola paulistana, Gaviões da Fiel, no carnaval deste ano, a loira decidiu que precisaria enxugar suas formas. “O carnaval vende beleza e como eu seria destaque, queria estar bem e dar o meu melhor.” E lá foi o cabeleireiro mexer seus pauzinhos para realizar esse desejo. Primeiro ele procurou o cirurgião plástico paulistano Marcus Vinícius, o responsável pelas curvas de inúmeras mulheres famosas, como Carla Perez – inspiração de Geisy. Com os valores em mãos, Julinho fez uma vaquinha entre suas ilustres clientes. E “plim”, estava feita a mágica. A transformação envolveu uma lipoescultura completa (joelhos, coxas, abdômen, bumbum, costas e braços) e implante de silicone nos seios (435 ml). Durante o período de recuperação, investiu pesado na clínica de estética: uma sessão semanal de massagem relaxante e quatro sessões semanais de Heccus, um aparelho da Ibramed que realiza drenagem linfática, reduzindo os edemas, hematomas e a retenção de líquidos.

Vaidade recente
Os cuidados com a beleza é outra consequência da fama, já que Geisy nem sempre tinha os devidos cuidados na rotina. Hoje, depois de ter acesso a mais informações, tem total consciência da necessidade de tirar a maquiagem toda noite, bem como aplicar diariamente protetor solar e hidratante. Também entrou para a sua agenda uma sessão mensal de limpeza de pele e tratamento com Roacutan para acabar com as espinhas, sessões quinzenais de bronzeamento a jato, exfoliação semanal e clareamento dental. Só o quesito maquiagem é antigo na vida de Geisy. Apesar de afirmar que não sabe se maquiar, garante que não sai de casa sem um make básico: base para esconder as espinhas, delineador, máscara para cílios, blush e gloss. “Gosto de olhos marcados para valorizar a cor clara.”