Carla Díaz
12 de Janeiro de 2018
Conquiste pernas bronzeadas sem precisar se expor ao sol
12 de Janeiro de 2018
Mostrar Todos

Camila Rodrigues

No ar como a princesa Carmona, na novela Belaventura, da Record TV, Camila Rodrigues conta que já fez cirurgia plástica e revela seus segredinhos de beleza.

Por: Malu Bonetto

Dona de traços delicados e rostinho de boneca, Camila Rodrigues, 34 anos, conta que, assim como sua personagem, a princesa Carmona em Belaventura, não é de fugir de decisões e problemas. “Temos em comum a garra de seguir em frente quando temos a certeza do que queremos. Não medimos esforços para alcançar nossos objetivos e, se precisa resolver, vamos lá e resolvemos”, diz a atriz, que tem 10 anos de carreira e soma 14 trabalhos na televisão, 5 filmes e 7 peças de teatro.

Para manter 60 kg bem distribuídos em 1,70 m de altura, Camila tenta seguir uma dieta low carb, evitando os carboidratos e dando preferência às proteínas, frutas e verduras. “Mas aos finais de semana quando tenho vontade me permito comer batata frita ou algo diferente da dieta semanal.”

Apesar do ritmo acelerado das gravações, ela tenta fazer crossfit, de duas a três vezes na semana. Já os tratamentos estéticos, que ela tanto adora, teve de deixar um pouco de lado por causa da falta de tempo. A bela só não abriu mão mesmo foi da Miracle Touch, massagem modeladora que ajuda a reduzir medidas, que faz com a Paulinha Gomes. “Além disso, todo dia uso vitamina C no rosto, creme para olheiras e um creme específico para rosácea para não ficar com a pele tão vermelha. Já de maquiagem, no dia a dia, uso base facial, corretivo e blush. Quando quero dar um up, coloco cílios postiços, faço um olho esfumado e mais marcado. Se eu estiver com preguiça, eu capricho na máscara para cílios, coloco um batom vermelho e foi.”

Quando o assunto é plástica…

Assumidamente vaidosa, Camila conta que gosta de sentir-se bonita e que há muitos anos fez lipoaspiração no culote. “Amei o resultado, me deixou mais feliz com meu corpo. Penso que as pessoas devem fazer o que vai deixá-las mais felizes e seguras, se for cirurgia plástica que seja com responsabilidade e consciência.”