Cuidados com o sistema respiratório durante o outono
20 de abril de 2017
As aulas que vão bombar nas academias ainda este ano
24 de abril de 2017
Mostrar Todos

A atriz Paula Jubé conta como venceu a compulsão alimentar e fez as pazes com o próprio corpo

Quem vê a atriz Paula Jubé exibindo sua bela forma física na novela O Rico e Lázaro, da Record TV, não imagina que, assim como sua personagem, ela já teve transtorno alimentar

Fotos Rodrigo Lopes

 

Aos 31 anos, Paula Jubé vive a personagem Raquel, na novela O Rico e Lázaro, da Record TV. A personagem, que foi capturada em Jerusalém e levada como cativa para a Babilônia, vive como serva da princesa Shamiram (Gabriela Moreyra). No palácio, em meio a muita riqueza, fartura, beleza material, ela acaba se deslumbrando e desenvolve compulsão alimentar e bulimia. Assim como Raquel, Paula já teve compulsão alimentar por causa da ansiedade e sensação de vazio. “Quando li a sinopse sobre a Raquel, fiquei muito feliz e agradecida, pois sei o que é compulsão e seria incrível poder mostrar isso ao público, mesmo porque sei que muita gente tem. Foi fácil acessar em mim esse lugar e compreender o que leva a gente a desenvolver algo do tipo: ansiedade, vazio, prazer momentâneo e autosabotagem”, relembra a atriz que, mesmo sem fome, comia muito e, chegou a pesar 76 kg sendo que meu peso normal é 64 kg. “Comecei a fazer meditação, autoinvestigação, cura das feridas de infância e acabei me superando esse quadro.”

Assim como sua intérprete, Raquel vai, sim, superar essa fase depois de presenciar um milagre divino. “Posso comparar a mim, pois me curei com muita autoinvestigação, olhar interno, meditação, retiro espiritual e cura de feridas da infância. Portanto vivenciar esse universo está sendo um presente, espero que chegue a pessoas com a mesma questão. Mas sigo gulosa, assim como ela seguirá. Porém, com autocontrole.”

Hoje, exibindo 64 kg em 1,70 m de altura, Paula conta que apesar de não gostar muito de salada, procura colorir o prato e não dispensa ovo, seja cozido ou omelete com verduras. “Tento lembrar de comer maçã mas o mais complicado é que sou viciada em doce, então, tento driblar essa vontade tomando café depois do almoço”, conta a bela, que pratica vôlei de praia e spinning.