Tudo sobre dieta pós-plástica

dieta-pos-plastica

Finalmente você vai realizar a tão sonhada cirurgia plástica. Que tal marcar uma consulta com um nutricionista para ele te passar algumas dicas de como manter uma alimentação balanceada durante este período e não comprometer o resultado tão esperado?

Por Malu Bonetto

A alimentação adequada no período pré-operatório e pós-operatório é fundamental para o sucesso de uma cirurgia plástica, já que garante um bom estado imunológico, além de participar de toda nutrição celular e na boa cicatrização. Para auxiliar o sucesso do procedimento, o ideal é que o processo de reeducação alimentar e a preparação alimentar seja feito bem antes da cirurgia com introdução de alimentos funcionais e suplementos adequados. Para uma boa cicatrização, a nutricionista Robena Molinari (RJ) diz que é essencial que estejam disponíveis as quantidades adequadas de proteínas e de gorduras essenciais (ácidos graxos tipo ômega 6 e ômega-3), importantes para promover a boa cicatrização, evitando que o organismo faça uma resposta inflamatória exagerada e fique com cicatriz disforme.

Invista nos naturais

Juntamente com proteínas de alto valor biológico, como carne magra, frango, peixe, ovo (que oferecem todos os aminoácidos essenciais), os alimentos fontes de minerais como zinco, ferro, vitamina A, C e E são primordiais na dieta antes e depois. As carnes magras, peru, frango, amêndoas, castanhas e sementes são boas fontes de zinco, que além de ajudarem na cicatrização,
ajudam a manter o sistema imune saudável. As sementes de girassol, gergelim, óleos vegetais e peixes são alimentos que também não podem faltar por serem boas fontes de ácidos graxos ômega 3 e 6, são fontes de vitamina E e antioxidantes, já que um processo cirúrgico pode gerar uma grande quantidade de radicais livres. As frutas ou sucos de frutas, vegetais verdes,
alaranjadas e os cereais integrais também são alimentos que não podem faltar por serem fontes de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes, garantindo uma boa nutrição celular e reposição de ferro – essencial para o transporte de oxigênio e cuja falta pode afetar a capacidade de cicatrização de feridas.

Leia a matéria completa na Plástica & Beleza n° 125