110 Super produtos
11 de abril de 2011
Mirella Santos : musa da avenida!
11 de abril de 2011
Mostrar Todos

Minha dieta: Fabiana Bonifácio

“Hoje me sinto mais confi ante e aprendi a respeitar meu corpo” A economista Fabiana Bonifácio começou a frequentar, em 2007, as reuniões da Meta Real para se livrar do excesso de peso. Em dois anos perdeu 23 kg apenas com reeducação alimentar

Por Andressa D’Amato

No final de 2007, a economista Fabiana Bonifácio Santos, de 27 anos, decidiu que iria mudar o que mais a incomodava, seus quilos a mais. Com a ajuda do grupo Meta Real, ela conseguiu atingir o seu tão sonhado objetivo e emagreceu 23 kg. “A decisão de emagrecer foi impulsionada pela minha mãe, que na época também estava acima do peso. Ambas incomodadas com os quilinhos a mais, resolvemos procurar a Meta Real”, diz. Ela conta que sempre sofreu com o excesso de peso, e que chegou aos 81 kg. Hoje, exibe feliz uma silhueta muito mais enxuta. “Há um ano mantenho os 58 kg e manequim 38. Minha autoestima foi do zero a mil, tudo está mais harmonioso”, comemora a morena que mede 1m 54. Fabiana atribui a mudança ao desconforto que sentia ao se olhar no espelho e não gostar da imagem. De acordo com a economista, as roupas não caíam bem e as saias faziam com que se assasse entre as pernas, além de evitar o uso do salto alto por não aguentar o peso. “Aprendi a comer, respeitando como se diz ‘os sinais do corpo’, distinguindo fome de sede. Hoje seleciono muito bem o que coloco para dentro do meu corpo, afinal, não sou uma lata de lixo”, afirma. Além de todo o processo até conseguir atingir o seu objetivo, Fabiana ainda contou com um grande aliado, a academia. Três vezes por semana, a morena faz musculação por uma hora e exercícios aeróbicos, que a ajudaram a perder peso e hoje faz com que ela mantenha as medidas.

Antes de conhecer a Meta Real, a economista tentou diversas dietas, inclusive inibidores de apetite. “Achava que era um sonho impossível, pois sempre tentava com remédios, sopas e shakes, mas todos sem sucesso. Agora me sinto mais confiante, feliz de verdade”, completa. A morena garante que aprendeu a respeitar o corpo e sempre lembra da seguinte frase na hora em que bate a fome: “um minuto aqui (na boca) e sabe-se lá quanto tempo aqui (na barriga ou culote)”. Ela acredita que a pessoa tem de sentir a hora em que precisa mudar. “Quando chega o momento certo, você fica 100% focado em atingir seu objetivo. Eu me sinto muito realizada em poder colocar um biquíni e não sentir vergonha. Vale muito a pena ter força de vontade”.