Beleza de truque!
12 de maio de 2015
A moda agora é bichectomia
26 de maio de 2015
Mostrar Todos

Dieta da marmita

Com o aumento dos preços nos restaurantes em praticamente todo o País e a falta de opções saudáveis (e saborosas) nas praças de alimentação, que tal unir o útil ao agradável?
Aprenda aqui como economizar dinheiro e emagrecer com a Dieta da Marmita
Por Fabiana Gonçalves

dieta-marmita-plastica-belezaAlmoçar, seja em restaurante por quilo ou à la carte, é uma tentação para quem está de dieta. Afinal, sempre acabamos pegando uma friturinha aqui, mais uma comidinha gordurosa ali, mais uma sobremesa acolá, levamos um chocolatinho para o meio da tarde – tudo isso sempre acompanhado da velha frase: “ah, é só hoje, eu mereço.” E aí, além de gastar mais do que poderia com uma refeição, acumulamos muitas calorias, quando na verdade o que queríamos era eliminar os excessos. Uma boa opção é levar sempre consigo uma marmita! Para Samantha Macedo, da Equilibrium Consultoria e Nutrição (SP), preparar um estojo alimentar sob medida para a perda de peso não é uma tarefa tão difícil. “Na prática, ela deve conter uma porção de saladas e outra de legumes, uma porção de carboidratos, uma de proteína e uma de leguminosa. Para a sobremesa, as frutas são sempre uma excelente opção.”

 

De olho nas medidas

“De nada adianta escolher os alimentos, prepará-los da maneira indicada e na hora de montar a marmita enchê-la demais”, alerta a nutricionista Samantha Macedo. Para que isso não aconteça, ela dá a dica: “tente usar os padrões: três colheres de sopa de arroz, a mesma medida de legumes, uma concha de feijão, uma porção pequena de carne grelhada e o principal: um recipiente só para folhas, no qual é possível “abusar” com alho-porró da quantidade.”

A nutricionista Márcia Regina Dal Medico, autora do livro Spa em Casa e responsável pelo Spa Jardim da Serra, em São Pedro (SP), lembra do papel fundamental de segurança alimentar já na hora da compra dos alimentos. “Eles devem ser adquiridos em boas condições de higiene e respeitando a safra, como é o caso de verduras, frutas e legumes. Sem contar que esses alimentos na época de safra estão em excelentes graus de maturação e com um preço mais acessível”, lembra a especialista que elaborou um cardápio balanceado com 1200 calorias, com sete opções de refeições diárias – incluindo o que levar na marmita na hora do almoço – e que a ajudará a eliminar até 4 kg em duas semanas.

Cuidados na hora de armazenar as refeições

Quando o assunto é o transporte dos alimentos, é essencial acondicioná-los em um recipiente adequado. “A maioria das empresas tem uma geladeira onde os funcionários podem guardar os alimentos. De qualquer forma, é indispensável que as refeições sejam transportadas em uma bolsa térmica e, se possível, acompanhadas de bolsas de gel congeladas para manter os alimentos fresquinhos, do momento do transporte até a hora da refeição”, diz a nutricionista Márcia Dal Medico. Outro item fundamental é a própria marmita: deve ser térmica para manter a temperatura dos alimentos.