Mitos e verdades sobre o protetor solar
4 de dezembro de 2017
Você sabe o que é mamiloplastia? A gente explica!
6 de dezembro de 2017
Mostrar Todos

Alimentos que vão turbinar sua dieta e te ajudar a entrar em forma para o verão

Escolhendo bem os ingredientes da sua dieta é possível, sim, aumentar a capacidade do organismo de queimar gordura e ainda desintoxicar o organismo. O farmacêutico Jamar Tejada separou alguns alimentos e explica como eles atuam no nosso organismo

 

Berinjela
Tem em sua composição niacina (vitamina B5) e pectina, que reduzem o colesterol, além de ser levemente laxativa, hipoglicemiante, calmante, digestiva e diurética. A berinjela também apresenta flavonoides que atuam combatendo o envelhecimento celular e protegendo a oxidação das gorduras nas membranas celulares e, fibras solúveis, além dos antioxidantes, ajuda no controle do colesterol e consequentemente uma melhora do fluxo sanguíneo, prevenindo também o estresse oxidativo, envelhecimento.

Beterraba
A beterraba é riquíssima em carboidratos complexos, fibras, vitaminas do complexo B – ótimas para regular o apetite -, potássio, fósforo, zinco, ferro, cálcio entre outros nutrientes importantes. Além disso, é um ótimo alimento para quem está praticando exercícios ou treinos, principalmente se for consumida crua porque é capaz de aumentar a estamina, logo, consegue que os músculos trabalhem mais e consigam mais força rapidamente.

Ameixa
Por conter pectina e taninos, ácidos cítrico, málico e tartárico, pode ser usada para tratar problemas hepáticos, constipação intestinal e até mesmo problemas respiratórios, Devido à grande quantidade de fibras em sua composição, principalmente, quando é ingerida a ameixa seca, pode ser usada como laxativa. Além disso seu alto teor de ferro (em 100 gramas, tem 3,5 miligramas) pode ser utilizada para tratamento da anemia ferropriva.

Abacaxi
Uma fruta super completa rica em vitaminas, sais minerais, fibras (celulose), proteínas e taninos sendo indicada para afecções da pele (acnes, cravos e espinhas), excesso de líquido no organismo, feridas, problemas digestivos, problemas respiratórios, psoríases e ulceras. A enzima bromelina é capaz de desdobrar proteínas em substâncias mais simples como próteses e peptonas, ação favorecedora da digestão. Pessoas com insuficiência gástrica, ou seja, baixa produção de suco gástrico poderiam beneficiar-se com o uso de suco diluído do abacaxi sem açúcar.

Canela
Devido os seus taninos e demais compostos encontrados no óleo a canela e adstringente, afrodisíaca, antisséptica, aromática, carminativa, digestiva, estimulante, hipertensora, sedativa, tônica e vasodilatadora. Além disso, facilita a digestão e elimina os gases, o que ajuda a desinchar a barriga, e
melhora a eficácia da insulina, sendo útil para controlar os níveis de açúcar no sangue. Esta especiaria também aumenta o metabolismo, o que faz o corpo gastar mais calorias mesmo estando parado, isso eleva a queima de gordura acumulada, favorecendo a perda de peso, diminuindo o colesterol ruim e ainda ajuda a diminuir a gordura visceral.

Mamão
É uma das frutas mais apropriadas para melhorar a saúde do sistema digestivo devido à ação de uma enzima chamada papaína, que diminui transtornos comuns como indigestão, gases e flatulências, distensão abdominal e dor estomacal. Além disso, seu alto teor de fibra transformam essa fruta em um dos melhores remédios naturais contra a prisão de ventre.
As vitaminas E e C e betacarotenos que, graças ao seu efeito antioxidante, diminuem o dano celular da pele e previne as rugas precoces, fazendo também com que seja eficaz na redução do colesterol presente nas artérias.
Por sua vez, o mamão melhora a circulação sanguínea e contribui para proteger o sistema cardiovascular de doenças graves.

Linhaça
Atua na prevenção do câncer de mama e, por apresentar uma estrutura química similar ao estrógeno, pode ajudar a prevenir os sintomas da menopausa. Também contém os ácidos graxos Ômega 3 e Ômega 6 que destacam esta gordura como um protetor do coração e, é rica em fibras solúveis e insolúveis que regulam o transito intestinal prevenindo o câncer de cólon, se destacam por retardar a absorção de glicose e colesterol no intestino, sendo perfeitos para quem precisa emagrecer.

Framboesa
Por ser uma berry rica em fibras ajuda a regular o trânsito intestinal, dando também saciedade, ou seja, é indicada contra a prisão de ventre, e reumatismo e outras doenças metabólicas, sobretudo contra as doenças do fígado e dos rins. Também é boa para equilibrar a falta de vitaminas no organismo, pois ela apresenta um conteúdo abundante de vitaminas.

Melancia
Conhecida por ser uma fonte nutricional poderosa para o nosso organismo, a melancia é uma fruta refrescante, suculenta e rica em substâncias que ajudam a fortalecer a saúde do coração, diminuir os riscos das doenças renais e ainda favorece um emagrecimento saudável, quando implantada em um plano alimentar equilibrado. Em suas sementes de melancia também encontramos uma boa fonte energética devido ao seu teor de carboidratos e fibras que ajudam a manter o nosso corpo ativo e estimular a motilidade intestinal, auxiliando na constipação.

Laranja
Além de ser rica em vitamina C, açúcar e carboidratos, contém propriedades alcalinizantes, importantes por limpar o sangue, ação importante no processo de emagrecimento, por ser rica em fibras e juntamente com a vitamina C, a laranja auxilia na liberação e na produção dos sucos digestivos, proporcionando uma boa digestão dos alimentos. A azia também pode ser diminuída pelo consumo da fruta.

Uva
A fruta é rica em flavonóides, taninos e resveratrol que conferem propriedades anticarcinogênica, antitumoral, antioxidante, hepatoprotetora, vasoprotetora. Além de reduzir a circunferência abdominal, a uva reduz a absorção de gordura e estimula o funcionamento do metabolismo, o que auxilia no processo de perda de massa corporal. A bebida também tem a capacidade de diminuir os níveis de colesterol e triglicérides.

Abacate
Contém boa quantidade de ômega 3, é rica em vitaminas C, A, E, K, além de minerais como potássio, ferro, cálcio e zinco, que ajudam a equilibrar o organismo a manter a imunidade. Por ser fonte de gordura monoinsaturada, está associada a redução do risco de doenças cardíacas. As gorduras monoinsaturadas podem ajudar a reduzir os níveis de LDL, o colesterol “ruim” e aumentando também o HDL, conhecido como colesterol “bom”.

Chia
O elevado conteúdo de fibras alimentares que o grão possui em sua composição nutricional e que evitam aumentos bruscos da glicemia, a hiperglicemia, ou a rápida queda da glicose no organismo, a hipoglicemia. Quando se fala em emagrecimento as sementes de chia absorvem grandes quantidades de água, que formam um gel que ocupa espaço no estômago, aumentando a sensação de saciedade, ou seja, evitando a fome excessiva.