Mitos e verdades sobre o Câncer
4 de fevereiro de 2013
Carnaval mais doce e magrinho
5 de fevereiro de 2013
Mostrar Todos

Estética faz do Brasil uma “beldade” mundial

Dados revelam a facilidade que brasileiros encontram para realizar cirurgias

 

Por
Arnaldo Flavio Korn

 

O carnaval é uma vitrine de bumbuns malhados e alguns praticamente perfeitos, mas na era da cirurgia, o difícil é saber quais são realmente reais. E em busca dessa perfeição corporal, muitas mulheres e homens aderiram às cirurgias plásticas. Segundo pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS, em inglês) o Brasil é líder mundial em colocação de prótese de glúteo (gluteoplastia), cirurgia íntima e procedimento para corrigir “orelhas de abano”, conhecida como otoplastia.

Em 2011, quase 22 mil brasileiras aumentaram o bumbum, 9 mil se preocuparam com o órgão sexual e 28 mil corrigiram as orelhas. Números estes muito maiores do que o campeão de cirurgias plásticas em geral, os EUA, onde esses dados são 5,9 mil, 2,4 mil e 7,8 mil, respectivamente. “Hoje, todos têm o sonho de corrigir alguns defeitinhos que incomodam no corpo, que não são solucionados apenas com dieta, tratamentos estéticos ou academia, mas necessitam de um procedimento cirúrgico”, explica Arnaldo Korn, diretor do Centro Nacional – Cirurgia Plástica.

Para se ter uma ideia, a cirurgia do bumbum aumentou 367% nos últimos quatro anos, segundo a pesquisa. Somente em 2011, 6,3 milhões de cirurgias foram feitas em todo o mundo. Apesar de serem ‘comuns’, os especialistas alertam os pacientes para todos os cuidados que devem ter, principalmente, com a escolha do médico que fará o procedimento e com o preço muito barato e tentador, para não colherem os maus frutos depois, como foi possível observar em várias reportagens.

Por ser mais do gosto feminino e também do masculino, a lipoaspiração é mais popular entre os brasileiros. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, entre 2007 e 2011, essa cirurgia teve um crescimento de 129%, e, logo seguida, outras bem conhecidas como aumento de mama e abdominoplastia, além da blefaroplastia, que é a retirada de excesso de pele das pálpebras. Tudo isso em nome do rejuvenescimento e do corpo perfeito. “O que sempre importa é o bem-estar físico, o social e o mental. E para muitas pessoas não adianta ter um organismo sadio se ela não se sentir bem consigo mesma. É aí que entra a estética.”, conclui Korn.

Apesar dos altos preços das cirurgias, a pesquisa mostra que cada vez mais o brasileiro se esforça para conseguir realizar esse sonho e que existem hoje inúmeras oportunidades disso acontecer. O Centro Nacional – Cirurgia Plástica, por exemplo, funciona como um intermediador de serviços administrativo-financeiros, assessorando pacientes perante médicos e hospitais, com o objetivo de intermediar e organizar as questões financeiras entre um e outro, além de todo o procedimento da cirurgia. Para saber mais acesse www.plasticaparcelada.com.br

www.plasticaparcelada.com.br
Assessoria Administrativa – Cirurgia Plástica

São Paulo – SP  11 3231-5757 | Curitiba – PR 41 3079-0404 | Niterói – RJ 21 2710-0621

www.centronacional.com.br