Acupuntura no combate à insônia
30 de janeiro de 2013
Mitos e verdades sobre o Câncer
4 de fevereiro de 2013
Mostrar Todos

Ossos saudáveis, já!

Por Andressa D’Amato 

Prevenir é, de fato, o melhor remédio. Ainda mais quando o assunto são ossos, em que o cuidado precoce ajuda (e muito!) no combate de doenças futuras. Pensando nisso, o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Iredo – Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (SP) -, apresenta cinco excelentes maneiras para ter ossos mais saudáveis.

1. Tente comer entre cinco e nove porções de frutas e legumes todos os dias. Lembre-se que frutas e legumes laranja, vermelho e verde escuro são ricos em antioxidantes e nutrientes que vão beneficiar os ossos e a saúde em geral. “Coloque na sua mesa couve, espinafre, laranja, batata doce, uva, tomate, pimentão vermelho e ameixas secas para manter a variedade em sua dieta e para ajudar a manter os ossos saudáveis”, recomenda.

2. Exercite-se mais. Para se proteger contra a osteoporose é importante fazer exercícios de peso-rolamento e exercícios de fortalecimento muscular. “Então, se você já caminha e corre, procure fazer musculação regularmente. Comece a fazer exercícios para fortalecer os músculos das costas, quadris e pernas, de duas a três vezes por semana”, diz.

3. Melhore o seu equilíbrio. “Exercícios como alongamento, pilates, tai chi chuan e yoga podem promover boa postura, força, movimento e flexibilidade”, conta.

4. Consuma cálcio e vitamina D diariamente. Boas escolhas incluem produtos lácteos com pouca e sem gordura, como leite, iogurte, queijo e alguns vegetais verdes como couve e brócolis. Você também pode procurar por alimentos que têm adição de cálcio, como suco de laranja, leite de soja, leite de amêndoa e leite de arroz enriquecido com cálcio. “A vitamina D é mais difícil de ser obtida a partir dos alimentos, mas é igualmente importante para prevenir a osteoporose. Muitas pessoas precisam tomar um suplemento para atender às recomendações diárias de vitamina D”, lembra.

5. Conheça os fatores de risco para a osteoporose e pergunte ao seu médico quando você deve fazer uma densitometria óssea. Além de seu histórico familiar, idade e sexo, há muitos medicamentos e condições de saúde que podem levar à perda óssea, aumentando o risco de osteoporose. Tome cuidado.