Roupas apertadas: livre-se delas
8 de Fevereiro de 2013
13 dicas para manter o peso e continuar magra
18 de Fevereiro de 2013
Mostrar Todos

Bem longe da TPM

Por Andressa D’Amato

Todo mês é a mesma história: cólica, sensibilidade à flor da pele, mau humor, indisposição, entre outras questões nada agradáveis. Segundo dados da Associação Brasileira de Endocrinologia, cerca de 30% das mulheres apresentam sintomas associados à tensão pré-menstrual – a famosa TPM.

E, para as sofredoras de plantão que não conseguem se livrar desses sintomas, vale apostar em novas métodos para acalmar essa fase como, por exemplo, alimentos mais saudáveis, já que grande parte dessas questões tem relação com a alimentação. “Alguns nutrientes podem estar sendo consumidos em excesso, outros não. É preciso avaliar a rotina alimentar de cada mulher e fazer os ajustes necessários para que as vantagens comecem a aparecer no dia a dia”, comenta a nutricionista Leopoldina Takahashi, do programa de educação alimentar da Risa Restaurantes Empresariais (PR).

Problemas como crises de choro e irritabilidade, por exemplo, acontecem dez dias antes da menstruação e são decorrentes da falta de cálcio e vitamina B6. O cálcio, por sua vez, pode ser encontrado no leite, sorvete, iogurte e queijo, mas lembre-se de escolher os desnatados e magrinhos. Já carnes, banana, lentilha e batata são ricos em vitamina B6. “Nossa dica é inserir estes alimentos no dia a dia, mas se não for possível, a dica é iniciar pelo menos duas semanas antes do período menstrual. Temos muitos grupos de alimentos e, por isso, o mais recomendado é que as mulheres que tenham TPM procurem um acompanhamento nutricional personalizado, encontrando a melhor solução para espantar os sintomas”, acrescenta.

Corpo em ação!
Para conquistar melhores resultados, deve-se aliar alimentação saudável com exercícios físicos. “Para mulheres em menopausa, mudanças fisiológicas como redução do brilho da pele, ressecamento vaginal, desequilíbrio de colesterol, humor e do cálcio, que pode causar osteoporose, vale a mesma recomendação. Procure um nutricionista para fazer um tratamento preventivo natural, através do consumo de alimentos e da prática de atividades físicas”, afirma.

Cardápio renovado!
As mulheres que têm TPM devem optar por alimentos integrais como arroz, pão, granola, aveia, soja e derivados, broto de alfafa, semente e pó de linhaça, peixes, semente de gergelim, feijão, lentilha, grão de bico, oleaginosas como avelã e pistache, frutas, leite e derivados e, é claro, muita água.

Já na lista dos alimentos que devem ser evitados está o café, refrigerantes, embutidos, adoçantes e produtos dietéticos, chá preto, erva mate, chocolates, bebidas alcoólicas, carnes vermelhas, alimentos gordurosos, açucares e sal. “É preciso dosar as quantidades e equilibrar o cardápio. Além de aliviar os sintomas da TPM, essa rotina garante uma vida mais saudável para todos”, complementa.

Confira a sugestão de cardápio elaborada pela nutricionista:
Desjejum: 1 copo de leite de soja e 1 fatia de pão integral com ricota;
Colação: 1 banana;
Almoço: salada de alface e beterraba, brócolis, arroz integral, feijão e peito de frango grelhado;
Lanche: mix de oleaginosas e frutas secas (50 gramas);
Jantar: salada de rúcula com tomate e grão de bico, arroz integral e filé de peixe grelhado;
Ceia: mingau de aveia com leite desnatado.

Serviço
www.risarefeicoes.com.br