Em busca do cabelo perfeito!
27 de junho de 2012
Bom humor: -3kg em 15 dias
27 de junho de 2012
Mostrar Todos

Você livre das estrias!

Essas terríveis listras aparecem quando as fibras de sustentação da pele se rompem. Elas surgem avermelhadas e depois tornam-se esbranquiçadas. A boa notícia é que, diferentemente do que se pensa, é possível sim ver-se livre do visual listrado

Por Malu Bonetto

Elas podem aparecer em qualquer região do nosso corpo, mas quase sempre surgem na área dos seios, abdômen, bumbum e coxas. A explicação para isso é simples: as estrias costumam aparecer quando o tecido cutâneo tem suas fibras de sustentação (ou seja, as de colágeno e elastina) rompidas. Com isso, surgem essas listras, que são como cicatrizes cutâneas. Esse fato acontece, geralmente, quando acontece um grande processo de aumento de peso, crescimento repentino no período da adolescência ou gestação, todos essas situações que forçam uma grande expansão da pele, provocando a quebra das fibras e surgimento das estrias. Por isso, a melhor maneira de prevenir o surgimento dessas marquinhas nada estéticas é por meio da manutenção do peso e da hidratação da cútis – o que ajuda a impedir a perda de colágeno e elastina. Mas, caso as estrias já estejam instaladas no seu corpinho, saiba que existem alternativas bem eficazes para amenizar bastante essas linhas brancas. Confira!

Armas que exterminam as linhas brancas

Quanto antes você começar o tratamento contra as estrias, mais eficiente será o resultado

GalvanicPunture Terapy

Indicação: para todos os graus de estrias.

Como é: depois de uma avaliação dos objetivos de cada paciente, realiza-se a Galvanic-Punture Terapy com a ajuda de uma pequena agulha que realiza estímulos físicos e elétricos na estria, reparando o tecido. “Por meio de um aparelho, a corrente desencadeia uma inflamação aguda e local, que propicia como resposta um complexo processo de recuperação tecidual, que estimula o fibroblasto a sintetizar novas fibras colágenas e elásticas”, explica a fisioterapeuta dermatofuncional Marcela Rodrigues, da Clínica Shory (ES). O tratamento é individual e personalizado, assim permite alcançar as necessidades e expectativas de cada paciente.

Número de sessões: até 12, dependendo de cada caso, sendo que cada uma tem duração aproximada de uma hora.

Resultado: aparecem na segunda sessão, mas é recomendado doze sessões, em média, com intervalos de sete a 15 dias.

Preço: R$ 350, em média, cada sessão.

 

EMatrix

Indicação: para todos os tipos de estrias.

Como é: através da radiofrequência fracionada, o aparelho estimula a regeneração da fibra elástica, melhora a textura da pele e gera um processo de coagulação que favorece a regeneração do tecido cutâneo. “Como a camada superficial da pele é rompida o mínimo possível e, na região subcutânea, se forma uma camada extra de colágeno, há uma agressão superficial mínima, mas um resultado concreto de dentro para fora”, explica a dermatologista Juliana Neiva (SP). O aparelho funciona por meio de ponteiras descartáveis, compostas por pequenos canais (com tamanho de uma cabeça de alfinete) por onde o laser passa para penetrar e agir internamente na pele fazendo furinhos mínimos, quase imperceptíveis.

Número de sessões: são indicadas três sessões, com intervalo de 30 dias entre cada uma delas.

Resultado: sete dias após a primeira sessão já nota-se a melhora da parte cicatricial da estria, da textura, da coloração e da elasticidade da pele e menor ondulação.

Preço: costuma variar conforme o caso.

 

ErbiumGlass fracionado

Indicação: para todos os tipos de estrias.

Como é: depois que o anestésico tópico age entre 20 e 30 minutos, realiza-se a limpeza, assepsia e antissepsia da região a ser tratada. Depois são efetuados disparos do laser junto a pele, seguindo o trajeto das estrias. “A Lux 1540 libera um conjunto de microbeams de alta precisão que promovem colunas estreitas de coagulação na derme e epiderme, com alcance profundo, deixando o tecido sadio ao redor de cada coluna, o qual vai desencadear uma recuperação rápida e natural. Essas colunas de coagulação estimulam uma resposta natural do organismo formando novo tecido e novo colágeno para recompor a epiderme e a derme”, explica o dermatologista Mario Chaves, da clínica Derma Gávea (RJ). Durante a sessão é realizada a aplicação de fonte de frio no local para amenizar possível dor.

Número de sessões: para estrias vermelhas são indicadas de duas a três sessões, para as brancas, de três a seis sessões, sempre com intervalo de 30 dias entre elas.

Resultado: em geral, após a realizaçnao de duas sessões já existe uma melhora significativa no quadro.

Preço: de R$ 500 a R$ 1,5 mil, cada sessão.

 

Foto Bioestimulação

Indicação: para estrias recentes até um estágio mediano já que para as mais antigas não é indicado.

Como é: o processo começa com a Luminiterapia (laser de luz fria que melhora a qualidade da pele e ajuda na revitalização dela), em seguida é feita a eletroporação (introdução mais profunda do colágeno ativo) e a reepitelização (cicatrização). “Estes procedimentos suavizam as bordas das estrias e induzem o organismo a produzir novas células, colágeno e elastina, o que as torna imperceptíveis”, diz a fisioterapeuta dermatofuncional Marcelle Cunha, da Clínica Arthys (RJ).

Número de sessões: são indicadas no mínimo dez sessão que devem ser realizadas uma vez por semana.

Resultado: a partir da quinta sessão, as estrias vão clareando até tornarem-se imperceptíveis.

Preço: R$ 150, em média, cada sessão.

 

Elektra

Indicação: estrias recentes, pois o laser de Nd-Yag fracionado Q-swtiched vai estimular colágeno e atuar na pigmentação, reduzindo bastante o aspecto da sua coloração.

Como é: o primeiro passo é aplicar um creme anestésico que fica agindo por trinta minutos. Depois de limpar a área, aplica-se o laser que vai atuar na pigmentação, clareando a pele, e estimulando colágeno. Depois da sessão aplica-se um creme antiinflamatório para acelerar o processo de cicatrização da pele e diminuição do edema. A dermatologista Daniela Nunes, diretora médica da Slim Clinique (RJ), recomenda o uso de um creme cicatrizante em casa por uma semana, para regeneração da pele e aceleração do processo de repitelização.

Número de sessões: são indicadas em média, de quatro a seis sessões com intervalos mensais.

Resultado: a partir da segunda sessão já se percebe o clareamento das estrias que começam a ficar mais estreitas e menos fundas.

Preço: R$ 800, em média, cada sessão.

 

Sellas EVO

Indicação: para estrias recentes e antigas.

Como é: “quando aplicado na pele limpa e seca, a luz do laser promove um aquecimento da derme, coagula a região da pele tratada e estimula produção de colágenos diminuindo a largura e a profundidade das estrias que ficam menos aparentes”, explica a dermatologista Mônica Felici, da Clínica Splendore de Campinas (SP).

Número de sessões: seis sessões, com intervalo mensal.

Resultado: já após a primeira sessão nota-se a estria mais amena.

Preço: de R$ 1,2mil a R$ 1,5 mil, cada sessão.

 

Mitos & verdades

Elas não têm cura. Verdade. Mesmo porque aparecem com o rompimento das fibras elásticas, por isso seu tratamento é tão peculiar. Mas podem ser amenizadas com tratamentos estéticos em, até, 98%.

Toda grávida tem estrias. Mito. O aparecimento das estrias na gestação pode ser evitado. “Para isto recomenda-se que a prevenção comece o quanto antes, fazendo uso de cremes hidratantes e óleos que melhoram a nutrição da pele”, explica a fisioterapeuta dermatofuncional Juliana Piola (SP).

Elas aparecem na fase de crescimento. Verdade. É quando o corpo cresce mais rapidamente e as fibras elásticas se rompem.

Tomar sol ameniza a aparência. Mito. A época do ano, sol e a estação não influenciam no aparecimento das estrias. Muito pelo contrário, ao expor-se ao sol, use filtro solar mais potente na região afetada. Isso porque as estrias não se queimam, mas a pele ao lado sim, tornando-as mais aparentes. O bloqueador solar diminui o contraste, evitando que as marcas fiquem mais visíveis.

Engordar muito é sinônimo de estrias. Verdade. Elas surgem com o rompimento de fibras elásticas ocasionado pelo aumento de peso.

Prótese de silicone muito grande causa. Verdade. Se a prótese implantada for muito grande, a pele precisará ser esticada para acomodá-la, rompendo as fibras elásticas.

 

Leia essa e outras matérias na Plástica & Beleza n° 127.