Tirar a cutícula faz bem?
15 de maio de 2012
Makes que valem uma plástica
15 de maio de 2012
Mostrar Todos

Sua pele pede ar

Respire fundo e aposte nos tratamentos de beleza à base de oxigênio. Ele é o novo queridinho quando o assunto é estética e parece não decepcionar: combate rugas, hidrata a pele, reduz acne… Tamanha eficiência não surpreende, afinal, o que mais podíamos esperar do elemento essencial à vida?

Por Lara Martins

Chegou a vez de o oxigênio marcar território em nova área: na beleza. Ele chegou há pouco e ainda está muito tímido, mas, pelos sinais que já deu, deve garantir seu espaço. Em nosso organismo, o oxigênio tem papel vital. “Cada célula do nosso corpo precisa de oxigênio para exercer sua função”, diz a esteticista Gisela Haddad, da clínica GH Estética (SP). É um elemento fundamental na produção de energia e multiplicação celular. Também é responsável pela renovação das camadas antigas dos tecidos, nutrição da pele, além de permitir que órgãos exerçam suas funções plenamente. Quando falamos de beleza, o oxigênio tem mostrado a mesma importância. “Com o passar dos anos, os níveis de oxigênio diminuem, provocando linhas de expressão e rugas. Muitas doenças e o envelhecimento da pele são causados pela sua falta”, explica a fisioterapeuta dermatofuncional Juliana Piola (SP). Com um currículo tão exemplar, o que estranha é o fato de ninguém ter apostado, até então, nos benefícios do O2.

 

Abuse do O2

O princípio dos tratamentos que utilizam o oxigênio é o mesmo: reverter os efeitos de uma pele sem oxigenação que, nestas condições, fica desidratada, com rugas e com aparência ruim. As cantoras Madonna e Jennifer Lopez encabeçam a lista das adeptas da novidade. A referência é animadora, não é mesmo? Quando aplicado na pele, acelera o metabolismo celular, proporcionando renovação cutânea; estimula a produção de nutrientes, como colágeno, elastina e reticulina (todos responsáveis pelo aspecto firme e viçoso da pele); e protege contra agentes agressores. “O oxigênio ajuda a desintoxicar o corpo, melhora a circulação, hidrata, tonifica, dá energia, é anti-inflamatório, secativo, cicatrizante, reparador”, complementa a fisioterapeuta Olga Matos, da OligoFlora (RJ). Parece bom, não é mesmo? Então respire, reponha o oxigênio do organismo, e siga em frente para ficar por dentro das novidades que já podemos encontrar nas clínicas de estética e consultórios dermatológicos.

Oxigênio para a pele!

Confira quais os tratamentos que vão deixar sua pele livre de rugas, linhas de expressão, acne e flacidez

Oxigenoterapia

Indicação: tratamento sob medida para quem busca atenuar rugas, linhas de expressão e aumentar o nível de oxigenação da pele. A técnica também pode ser aplicada nas mãos.

Como é: indolor e sem complicações. “Consiste na aplicação percutânea de oxigênio, em que jatos de O2 puro penetram profundamente entre as células. Aplica-se a superdose do gás diretamente sobre a pele do rosto e do corpo”, explica a Juliana Piola.

Resultados: hidrata, nutre e atenua as marcas de expressão, proporcionando um efeito lifting. Segundo a profissional, os resultados são visíveis logo após as primeiras aplicações.

Número de sessões: são recomendadas duas aplicações por semana e a quantidade varia de acordo com cada caso.

Preço: R$ 120, em média, cada sessão.

Oxigen

Indicação: ideal para combater acne e envelhecimento cutâneo. “Atualmente, tratamos a acne ou envelhecimento da mesma forma, pois são processos inflamatórios. Na acne temos resultado porque a bactéria é anaeróbica e não resiste ao jato de oxigênio. Já no tratamento regenerador, a pressão sobre a pele aumenta a atividade das mitocôndrias”, explica Gisela Haddad.

Como é: são três as formas de aplicação: inalação do oxigênio por meio de máscara, infusão de O2 por meio de minicâmeras, spray de oxigênio. “A inalação do oxigênio tonifica e energiza o corpo inteiro porque flui por meio de todas as células do corpo. A infusão estimula a musculatura e age também como anti-inflamatório e cicatrizante. E o spray, em conjunto com cosméticos específicos, ajuda na permeação do produto”, esclarece a esteticista Ruth Inamura, do Amarynthe Spa SP (SP). A fisioterapeuta Gisela ainda explica que “pode-se complementar o tratamento com uso domiciliar de um produto chamado Lipo 2, rico em lipossomas de oxigênio, que atua diretamente no ‘pulmão da pele’.”

Resultados: já na primeira aplicação é possível notar aumento de viço e turgor do tecido cutâneo. A associação com ácido hialurônico ainda aumenta o nível de hidratação.

Número de sessões: dez, no mínimo, sendo duas por semana.

Preço: R$ 380, em média, cada sessão.

Equilíbrio O2 Plus

Indicação: peles ressecadas, celulite, manchas e gordura localizada.

Como é: o tratamento é dividido em duas fases. “A primeira é a desintoxicação, que é a eliminação de toxinas e líquidos retidos, além de combater os radicais livres, considerados os grandes vilões do envelhecimento precoce. Na segunda, são realizados procedimentos exclusivos que incluem massagens e aplicações de micronutrientes específicos às necessidades identificadas na Avaliação Metabólica”, explica a fisioterapeuta Olga Matos. O processo promove a oxigenação generalizada, preparando o organismo para receber os ativos, assim como potencializar os efeitos dos mesmos.

Resultados: as células são oxigenadas e, com isso, o corpo funciona plenamente tendo um resultado favorável.

Número de sessões: a quantidade depende do objetivo e

necessidade da cliente, mas indica-se de cinco a quinze sessões.

Preço: de R$ 75 a R$ 90, cada sessão.

Terapia de O2

Indicação: tratamento de envelhecimento e flacidez cutânea, acne, manchas e olheiras.

Como é: as sessões começam com higenização, exfoliação e peeling ultrassônico com efeito superficial. “A Terapia de O2 é a aplicação com o equipamento Oxigym do oxigênio puro com altas pressões”, explica o fisioterapeuta Jean Vrabic, do Espaço Máxima (SP).

Resultados: são muitos os efeitos: a técnica promove a vascularização local e, assim, tem um efeito antimicrobiano (mata as bactérias), combate radicais livres (antienvelhecimento), equilibra o pH da pele, estimula o colágeno diminuindo a flacidez, faz a prevenção e reversão de inflamações crônicas (acne inflamatória), retarda o aparecimento de rugas e acelera a cicatrização.

Número de sessões: cinco, no mínimo.

Preço: R$150, em média, cada sessão.

 

Leia essa e outras matérias na íntegra na revista Plástica & Beleza n° 126