A atriz Larissa Bracher, de Novo Mundo, revela como mantém o corpão aos 40 anos
8 de maio de 2017
Cardápio fit para o almoço do Dia das Mães
8 de maio de 2017
Mostrar Todos

A moda das máscaras de beleza feitas de papel

Sucesso na Coréia do Sul e Estados Unidos, as Sheet Masks – máscaras descartáveis de papel -, chegam ao Brasil e já prometem se tornar queridinhas por aqui também

 

Fenômeno mundial que começou na Coreia do Sul, as máscaras descartáveis de papel, conhecidas como sheet masks, são um complemento para tratamentos dermatológicos. Por serem úmidas, os ativos penetram mais, potencializando assim a ação rejuvenescedora, o tratamento antiacne, clareamento da pele, estimulação do colágeno, controle da oleosidade e muito mais — tudo dependendo dos ativos da formulação. Segundo o farmacêutico Lucas Portilho, diretor científico da Consulfarma, elas podem ser aplicadas na face, na região dos olhos e pescoço.

Existem sheet masks com ativos calmantes e próprios para rosáceas como a nicotinamida e a azeloglicina; algumas com propriedades rejuvenescedoras e para rugas contam com retinol, proteínas e também biopeptídeos estimuladores da pele como argireline e matrixyl; e temos também máscaras para pele oleosa com produtos à base de melaleuca e alguns ácidos ou alfa-hidroxiácidos”, afirma. O recomendado é usá-las uma vez por semana ou a cada 15 dias também, por 20 minutos e, após retirar, não devemos lavar o rosto logo em seguida e sim, deixar o produto agir na pele. A vantagem de ser descartável é não acumular bactérias, resíduos, sujeiras, poluição, resto de maquiagem e protetor solar.