Chocolate sem culpa
4 de agosto de 2016
serum
O poder do serum
10 de agosto de 2016
Mostrar Todos

Make anti-idade

make

Nós já temos o costume de usar base, máscara para cílios, sombra, batom, blush e outros. Mas você sabia que esses produtinhos também podem ajudar a prevenir e combater o envelhecimento?

Por Malu Bonetto

Durante o Congresso Mundial de Dermatologia do AAD, realizado em março desse ano, discutiu-se muito a respeito da eficácia de produtos antes destinados apenas para enfeitar ou embelezar o rosto. “A professora e consultora em Dermatologia, Dra. Zoe Draelos, apresentou em sua aula uma demonstração de como bons produtos de maquiagem, se usados diariamente, colaboram na proteção contra os vários fatores de agressão ambiental, principalmente radiação ultravioleta, poluição e luz visível”, conta a dermatologista Claudia Marçal (SP). Isto porque a maquiagem, além de melhorar a aparência da pele, atua como anteparo físico já que possui ativos capazes de tratar a pele com a presença de antioxidantes, vitaminas, ácido hialurônico, antipoluentes e substâncias que promovem efeito tensor. “Com os novos estudos, seu papel não se limita a trazer coloração, textura e uniformidade para o rosto. A maquiagem hoje tem um apelo muito grande na manutenção do equilíbrio da fisiologia e da proteção da nossa pele contra os danos ambientais”, complementa. Veja abaixo o que os principais cosméticos de maquiagem podem fazer:

Base e protetores solares: os estudos mostraram de um modo bem claro que, quando colocamos pigmentos no rosto (principalmente os ricos em óxido de ferro), nós conseguimos fazer uma blindagem contra a luz visível. Isso resulta em um maior índice de refração da luz e uma maior proteção contra os focos de luminosidade que nos expomos no dia-a-dia. Isso vale tanto para a base quanto o pó são um aditivo ao nosso protetor solar.

Batom: hoje eles oferecem aos lábios a proteção que necessitam para deixá-los mais úmidos e hidratados. Aqueles com efeito mate, mais tinturados e opacos, que provocam uma oclusão total sobre a mucosa, são os mais indicados para maior proteção também contra os danos ambientais: vento, frio, sol e fatores que levam ao envelhecimento. “O uso frequente diminui o índice de formação de queratoses actínicas (lesões vermelhas e escamosas), e queilites (processos inflamatórios dos lábios), por conta de uma blindagem, inclusive contra a penetrância de micro-organismos”, diz.

Sombra: os últimos estudos mostram que o uso da sombra regularmente, principalmente junto à base do nariz e no canto medial dos olhos (áreas de difícil aplicação do fotoprotetor), acaba formando uma película de pigmentos que protege a região dos danos da exposição à radiação ultravioleta. Isso também diminui a incidência de cancerização nessa região, onde a pele é bastante sensível, fina e predisposta ao aparecimento das lesões do tipo carcinomas.

Máscara para cílios e kajal: eles funcionam como um anteparo com substâncias que provocam uma defesa natural de pigmentos contra a entrada de micro-organismos. No geral, há um revestimento do tecido como um todo, por conta da base e pigmentos da maquiagem e do seu veículo, que provocam um processo de oclusão completa da pele, o que colabora, e muito, na sua preservação. “Mas, é sempre bom lembrar que esses produtos devem ser de boa qualidade, bem formulados e de marcas conhecidas e consagradas”, finaliza.