Aposte na alimentação perfeita para uma gravidez saudável e o bom desenvolvimento do bebê
17 de maio de 2017
A verdade sobre o uso de suplementos para turbinar os treinos na academia
18 de maio de 2017
Mostrar Todos

Fuja dos hábitos que estregam a beleza das sobrancelhas

Quem nunca pegou uma pinça para arrancar aquele pelinho que está a mais na sobrancelha? Pois essa tentação pode comprometer (e muito!) o visual da dita cuja, já que remover os pelos em excesso pode causar falhas irreparáveis

 

Quando o assunto é sobrancelha, não há quem não se preocupe. É que elas têm o poder de mudar a expressão facial e de garantir a harmonia do rosto. É por isso que, na esperança de encontrar o formato perfeito, muitas mulheres recorrem a diferentes métodos existentes, como pinça, hena, cera e tintura, na tentativa de deixar as sobrancelhas mais bonitas. Mas, dependendo do procedimento, quando usado em excesso e sem orientação de um especialista, pode gerar danos à estrutura dos fios. “Usar água oxigenada para descolorir a sobrancelhas, por exemplo, pode causar queda dos pelos na área”, alerta o dermatologista Amilton Macedo (SP). Tirar os pelinhos repetidas vezes com a pinça, sem respeitar o intervalo de, no mínimo, 15 dias também não é indicado, porque corre o risco de que os mesmos não voltem a crescer. “Cada vez que o pelo é removido ocorre uma inflamação do folículo e, aos poucos, ele deixa de nascer naquele local. O mais indicado é sempre procurar um profissional para que ele remova apenas os excessos, deixando o design o mais natural possível”, sugere Fernanda Barriviera, diretora técnica do Grupo Sobrancelhas Design, que também recomenda a utilização de dermocosméticos especialmente elaborados para estimular o crescimento dos fios e, assim, corrigir naturalmente o traçado comprometido, como o Sérum Nutritivo para sobrancelhas e cílios, que contém diversos ativos, vitaminas e aminoácidos que estimulam a restauração e saúde do pelo. A jojoba, por exemplo, ajuda a estimular o crescimento da sobrancelha fazendo com que ela se regenere, mas o uso precisa ser acompanhado por um especialista.