Show de Pernas
9 de novembro de 2012
Gotinhas poderosas!
9 de novembro de 2012
Mostrar Todos

Faça as pazes com o Sol

Muito se fala sobre proteção solar e o quanto os raios UVA e UVB são prejudiciais para a pele. Mas você sabia que eles também são essenciais para a nossa saúde? Confira toda a verdade sobre proteção solar e faça as pazes com o Sol

Por Cibele Carbone

Nada como um delicioso dia de verão. O céu azul e o sol brilhando lá no alto conseguem deixar qualquer pessoa mais feliz. Ops, mas e o câncer de pele? E o envelhecimento precoce? Atualmente, devido ao buraco na camada de ozônio, é impossível falarmos sobre sol sem lembrar de seus malefícios. Mas vale ressaltar que os raios solares também oferecem muitos benefícios para a nossa saúde, basta usufruí-lo com sabedoria. “O benefício mais conhecido da exposição a radiação solar é a produção de vitamina D3, que é essencial para que o corpo absorva o cálcio. Uma vez que nosso corpo apresenta déficit dessa vitamina, nosso organismo não irá absorver o cálcio e o fósforo oriundos da dieta. Para a produção da vitamina D3 é necessário uma exposição de 10 a 15 minutos de sol por dia”, explica a dermatologista Camila Ciarleglio (SP). A dermatologista Juliana Neiva (RJ) também lembra que a exposição ao sol ajuda a regular hormônios relacionados ao bem-estar.

Então, o que devemos fazer diante dessa dualidade? Riscar completamente o sol para fugir de seus malefícios ou nos expormos aos seus raios para usufruirmos dos benefícios? A resposta é simples: nenhuma das duas coisas. O correto é tomarmos um dose diária de sol, com a pele bem protegida, exatamente como recomendam os médicos. Veja a seguir como colocar isso em prática na praia e na cidade.

Entre tijolos e concreto

Passamos boa parte do verão, trabalhando. Mas isso não que dizer que vamos ficar longe do sol o tempo inteiro. Aliás, isso nem é saudável! Então, não tenha medo de caminhar até o restaurante na hora do almoço só porque o sol está dando às caras. Basta proteger a pele com protetor solar, independentemente da hora – esqueça aquela história de que o sol das 8 às 10 e depois das 16h não é prejudicial para a nossa pele. “O índice de radiação UVA não se modifica ao longo do dia, esses horários são relativos somente ao índice de radiação UVB, portanto a exposição nos horários citados deve ser feita também com o uso do fotoprotetor”, explica a Dra. Camila.

A melhor maneira de garantir a proteção na cidade é aplicando protetor solar FPS 15 nas áreas que ficam expostas: rosto, pescoço, colo, braços e mãos. Nos dias em que for usar saias, shorts ou bermuda, proteja também nas pernas. “E na rotina do dia a dia, o ideal é reaplicar o produto a cada três horas”, ensina a Dra. Juliana.

Se você é do grupo que acha impossível passar protetor e maquiagem ao mesmo tempo com medo da pele ficar oleosa, saiba que agora as fórmulas dos produtos estão mais avançadas, o que garantem um toque seco ao longo do dia inteiro. Isso sem falar daqueles que conferem um corzinha para a pele, substituindo o uso da base facial. As embalagens também estão menores, perfeitas para serem carregadas na bolsa

Perto do mar e das palmeiras

Quando for aproveitar o verão, literalmente, à beira mar ou na piscina, é mais do que essencial garantir a proteção cutânea com um bom protetor solar e lembrar de reaplicá-lo várias vezes ao dia. “A duração do protetor solar, independentemente de seu FPS, é de apenas 2 horas e meia. Portanto, ele deve ser reaplicado, quando estivermos na praia ou na piscina, neste mesmo intervalo ou em até menos tempo. Caso a pessoa entre na água, o protetor deve ser passado novamente assim que ela sair, mesmo se o produto for à prova d’água, para garantir que a tez estará de fato protegida dos raios solares”, orienta a dermatologista Camila Ciarleglio.

A quantidade de produto aplicada também merece uma atenção especial. Afinal de contas, de nada adianta aplicar apenas uma gota de creme para proteger o rosto inteiro. “Usamos, didaticamente, a medida da colher de chá. Usamos pouco mais de ½ colher de chá para as regiões do rosto e a mesma medida para pescoço. Para tronco, braços, costas e pernas orientamos pouco mais que 1 colher de chá para cada uma dessas regiões”, ensina a Dra. Camila. Por isso, não economiza no protetor na hora de aplicá-lo!

Na hora de escolher o melhor FPS para o seu tipo de pele, opte – no mínimo – pelo 15. “E as pessoas com pele mais sensível ou com tendência a manchas, recomendo o uso do FPS 30 ou maior”, diz a dermatologista Juliana Neiva.