Grávida fitness
24 de junho de 2016
Sobrando apetite e preguiça?
24 de junho de 2016
Mostrar Todos

Cremes diurnos e noturnos: necessidades da pele!

Os ingredientes certos ajudam a potencializar resultados e evitam a fotosensibilidade. Confira quais os ativos que devem conter no creme diurno e quais substâncias devem fazer parte do noturno

As necessidades da pele mudam de acordo com o período do dia, por esse motivo os cosméticos podem ser divididos285646_611649_creme_manipulado_em_alta em diurnos e noturnos. A ação do sol durante o dia, também vem acompanhada da poluição e do vento que agridem a pele. Já à noite, que o corpo relaxa sem nenhuma ação agressora, os cremes hidratantes são absorvidos com maior facilidade. “De maneira geral, investimos em hidratação e uso de foto proteção com antioxidantes de manhã e, à noite, substâncias de reparação e renovação celular”, afirma a dermatologista Claudia Marçal.

CREMES DIURNOS “Os cremes diurnos anti-idade contam com ingredientes hidratantes acompanhados de um pool de antioxidantes, que podem estar presentes na mesma fórmula. Durante o dia, nossa preocupação maior é hidratar, proteger, melhorar a reserva imunológica da pele contra os agressores ambientais, principalmente o sol, mudanças climáticas, poluição e a questão de gerarmos o tempo todo radical livre”, complementa a Dra. Claudia Marçal.

A farmacêutica Mika Yamaguchi enfatiza que, em geral, um creme de uso diurno deve ter ativos protetores e estimuladores de energia da mitocôndria, além de ativos antipoluição nas fórmulas mais recentes. “O creme também deve fornecer energia às células para que elas suportem o estresse gerado por esse excesso de toxinas que são produzidas diariamente. As formulações podem contar com ativos que promovam hidratação prolongada”. Segundo ela, um bom creme diurno deve conter os ativos: OTZ 10 e Ascorbosilane C (antioxidantes); Coffee Skin, Arct Alg e Alistin (protetores da mitocôndria); Pro Barrier Repair e Aquaporine Active AQP3 (hidratantes); e, por fim, Exo-P e PGT1 (escudos contra a poluição).

CREME NOTURNO ANTI-IDADE —  Esse tipo de cosmético pode conter retinóides para fazer uma ação de melhora do turn over celular e a troca do tecido envelhecido, assim como uso dos alfahidroxiácidos que preferencialmente devem ser usados à noite. A dermatologista explica que é nesse período que deve ser feito o reparo, a regeneração, a reorganização celular, uma vez que o metabolismo basal está mais baixo. “Durante a noite, como estamos em repouso, nosso organismo está propício ao reparo celular e biomolecular em relação a todos os órgãos”, explica a Dra. Claudia Marçal.  A farmacêutica Mika Yamaguchi comenta que já está disponível no Brasil um ativo que potencializa essa ação de reparação celular: é o Overnight Repair, associação de biopeptídeos, micronutrientes e potentes antioxidantes que promovem reparo e auto-hidratação.

A dermatologista também enfatiza que é durante a noite que o uso dos produtos nutritivos se faz necessário, já que eles terão uma ação muito mais proveitosa. “Usar substâncias que façam processo de detoxificação celular, limpeza das células, reparo e proliferação celular dos queratinócitos, dos fibroblastos e substâncias que estimulem a sirtuína-1, que é uma proteína que estimula a longevidade celular”, comenta a médica. Nesse caso, a especialista Mika sugere renovadores como Lanablue e Progenitrix (que também ajuda na proliferação celular); antiglicantes como Alistin e EvenSkin A3; detoxificantes e energizantes como Arct-Alg; clareadores como Whitessence e B-White; os nutritivos Oligomix e Nutriomega 3, 6, 7 e 9; além dos potentes hidratantes Hyaxel e DSH CN. “O uso diário dos produtos, que são encontrados em farmácias de manipulação, promove uma melhora considerável na aparência da pele”, finaliza a farmacêutica.