Descubra a caloria dos sorvetes de massa
15 de outubro de 2017
Veja como acabar com a sensibilidade nos dentes
15 de outubro de 2017
Mostrar Todos

Conheça os benefícios de utilizar cosméticos veganos

Cada vez mais, as mulheres têm abraçado a ideia de consumir cosméticos que possuam fórmulas que não agridam a natureza e não sejam testados em animais. Mas será que eles são realmente eficientes? Leia esta matéria e descubra a resposta agora mesmo.

Por: Cibele Carbone

Muito mais do que um tipo de dieta, o veganismo é um estilo de vida que defende a ideia de excluir formas de exploração
e de crueldade contra os animais, seja para a alimentação, para o vestuário ou para qualquer outra finalidade. E aí, é claro, se encaixam os produtos de beleza. Mas apesar deles estarem ficando cada vez mais populares entre a ala feminina, ainda existem muitas dúvidas sobre as fórmulas e a eficácia desse tipo de cosmético.

O que são cosméticos veganos?
“É todo produto que em sua formulação não contém nada de origem animal e que não realiza nenhum tipo de testes em animais, em toda sua cadeia produtiva, desde a matéria-prima usada até o produto final. Além disso, o processo produtivo do cosmético não deve agredir ou prejudicar os animais”, explica a cosmetóloga e engenheira química Lucimara da Cunha, da Extratos da Terra.

Todo cosmético vegano deve ser feito com ingredientes orgânicos?
Não. Um cosmético vegano não é necessariamente um produto orgânico. Os produtos veganos utilizam matérias-primas vegetais ou sintéticas que não estejam relacionadas com os animais, tanto na origem quanto na produção. “Os produtos orgânicos são aqueles produzidos de forma sustentável, em solo não contaminado, sem agrotóxicos, e seus resíduos não agridem a natureza. Em produtos veganos, pode-se ou não usar ingredientes orgânicos”, ensina Priscilla Mello, do departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Haskell Cosmética Natural.

Os cosméticos veganos são mais fracos que os convencionais?
Não. “Para todo ingrediente de origem animal, existem opções com ingredientes vegetais ou sintéticos”, diz Márcio Accordi, especialista em cosmetologia e pesquisador da Biozenthi. Um exemplo disso é a lanolina, cuja origem é da pele da ovelha, mas existe uma alternativa vegetal para substituir esse ingrediente.

Como ter certeza de que o produto é realmente vegano?
É preciso verificar na emabalagem se há algum selo de certificação que comprove a origem e a qualidade dos ingredientes presentes no cosmético. Caso não tenha esse selo, já que ele não é obrigatório, vale a pena ler o rótulo dos produtos para verificar quais os ativos que estão presentes na fórmula.

Quais as vantagens de usar esse tipo de cosmético?
Geralmente, os produtos veganos são biocompatíveis com a pele, sendo mais fáceis de serem absorvidos e, consequentemente, dando resultado mais rápidos. No caso de cosméticos para o cabelo, os ativos tratam das fibras capilares de maneira bastante eficiente e sem agredi-las. Mas a principal vantagem, segundo Breno Bittencourt Jorge, CEO e fundador da Souvie, é cuidar da beleza com um estilo de vida saudável e sem crueldade.

Naturalmente linda

Confira nossa seleção de cosméticos livres de ingredientes animais e que não foram testados em animais

1. Luminance, Buona Vita, R$ 261.
Creme clareador de manchas que combina ativos despigmentantes que atuam em todas as fases da formação da melanogênese,

2. Duo Multiuso, Simple Organic, R$ 68.
Pó para contorno facial de textura leve e efeito mate, com fórmula enriquecida com pó de arroz, vitamina E e óleo de semente de babaçu.

3. Claffeise AC, Ada Tina, R$ 270.
Creme redutor de celulite e gordura localizada com 7% de cafeína, carnitina e menthomenthol, poderosos ativos lipolíticos.

4. Lisskin, Biozenthi, R$ 105.
Creme facial e para a área dos olhos com blend de ingredientes naturais e agentes antienvelhecimentos que estimulam a síntese de colágeno, redensificando a pele.

5. Lipofeme Nano Shower Anticelulite, Extratos da Terra, R$ 130.
Desenvolvido para ser utilizado com o corpo úmido após o banho, reduz a celulite e o aspecto casca de laranja na pele.

6. Desodorante Roll-on, Schraiber, R$ 20.
Sem perfume e sem hidróxido de alumínio ou parabenos, esse desodorante controla a proliferação de bactérias que causam o mau cheiro do suor, com efeito prolongado.

7. Leite de Limpeza Facial, Almanati, R$ 65.
Contém aloe vera, hamamélis e calêndula, que nutrem a pele e melhoram a circulação sanguínea.

8. Shampoo Mandioca, Haskell, R$ 23.
Com extrato de mandioca, ativo rico em proteínas, vitamina A e C, ferro, fósforo e cálcio, ajuda

9. Sabonete Bio Natura, Nesti Dante, R$ 38.
Sabonete natural, vegetal e ecossustentável, enriquecido com framboesa selvagem biológica e urtiga biológica, ativos com propriedades calmantes e reestruturantes.