13 de abril: Comemore o Dia do Beijo!
13 de abril de 2012
Mais jovem em 60 minutos
16 de abril de 2012
Mostrar Todos

Cabelo Bonito com óleo de argan

Que mulher nunca ouviu falar desse óleo milagroso para os fios? A probabilidade de se escutar uma negativa é mínima, já que a maioria dos cabeleireiros aprovam e usam produtos e tratamentos à base dele. Mas será que ele é tão bom assim? Descubra a resposta nessa reportagem

Por Andressa D’Amato

Desde que surgiu na área cosmética, o óleo de argan vem ganhando espaço nas prateleiras da mulherada. Há pouco tempo, ele era de difícil acesso para as brasileiras, já que a marca que o consagrou, a Moroccanoil, é importada, o que encarece os produtos. Por outro lado, com o sucesso do óleo de argan, muitas empresas nacionais resolveram investir nesse produto, que é natural e extraído das sementes da Argânia, uma árvore do sul do Marrocos, cujas frutas têm uma amêndoa de onde é extraído o óleo precioso.

Para o bem das madeixas das brasileiras, os cosméticos contendo o “ouro marroquino” estão disponíveis em muitas marcas nacionais, com a vantagem do custo reduzido. “O óleo pode ser usado diretamente nos cabelos após a lavagem e antes de secar. Nos tratamentos, pode ser misturado à máscaras para potencializar o efeito hidratante”, comenta Nani Leite, diretora técnica da Mac Paul Cosméticos (SP).

Pronto para usar

O óleo de argan pode ser encontrado, além de no próprio óleo puro, é claro, em produtos como xampus, condicionadores, máscaras de hidratação, leave-in, spray de brilho, silicone, e, até mesmo, em hidratantes faciais e corporais. “Esses produtos começaram a ser usados pelas celebridades de Hollywood, como Angelina Jolie, Penélope Cruz e Jennifer Lopez, e também por artistas nacionais, e, com isso, se tornando mais conhecidos. Além disso, o resultado do tratamento é imediatamente percebido, já que possui propriedades antioxidantes e antifrizz, proporciona um brilho incrível aos cabelos e hidratação intensa, pois penetra na fibra capilar quase que instantaneamente, melhorando a elasticidade e aumentando a nutrição”, explicam Larissa Torres e Eliana Nishida, respectivamente do marketing e pesquisa e desenvolvimento, da Capicilin (MG).

Leia a matéria completa na Plástica & Beleza n° 125