Gata da Praia
7 de dezembro de 2012
Plástica da intimidade
17 de dezembro de 2012

O número de adeptas aos tratamentos estéticos à base de elementos da natureza é cada vez maior E um dos ativos mais usados é a argila. Confira a seguir quais os benefícios que ela pode trazer para o seu visual

Por Malu Bonetto

Quem diria que um mesmo princípio ativo iria servir para deixar a pele do rosto mais clarinha, livre de manchas; livrar o corpo das gordurinhas e celulite; e ainda recuperar o brilho e maciez das nossas madeixas. Estamos falando a argila, ativo encontrado na natureza e que virou coqueluche nas clínicas de estética.

Mas por que será que a argila está se tornando a queridinha do momento? Segundo a esteticista Rosana Giancaterino, diretor da Lakshimi Spa & Beauty (SP), esta tendência é por ser um produto natural e não ter contraindicações, exceto pela restrição com relação ao seu uso no ventre das mulheres grávidas por causa de sua ação estimulante e ativadora da circulação.

A argila é composta por partículas de óxidos de alumínio e silício e água. Juntos, esses ativos tem ação purificante e ajudam a melhora da circulação sanguínea, além de terem ação secativa, antisséptica e bactericida. Outra vantagem é que a argila pode ser usada dos pés à cabeça, literalmente! Confira a seguir quais os tratamentos disponíveis para cada pedacinho do seu corpo:

Rosto

Fim da manchas

Tratamento: argila branca

Indicação: ameniza manchas, acne e oleosidade.

Como é: depois de higienizar a pele, faz-se um peeling de diamante para eliminar as células mortas e induzir a formação de novas células, proporcionando às áreas ressecadas um aspecto mais saudável e sedoso. “Em seguida é aplicada uma máscara com a argila branca (que possui propriedade clareadora) e o processo é finalizado com um creme clareador”, explica a fisioterapeuta dermatofuncional Marcelle Cunha, da Clínica Arthys (RJ).

Número de sessões: de seis a dez, sendo duas por semana.

Resultado: já na primeira sessão nota-se a pele mais clara, iluminada e com as manchas suavizadas.

Preço: R$ 180, em média, cada sessão.

Acne Zero

Tratamento: máscara de argila verde

Indicação: controle de acne.

Como é: depois de higienizar a pele, aplica-se a máscara de argila verde, que age por 20 minutos. “Devido a presença de óxido de ferro associado a outros oligoelementos como zinco, cobalto, manganês e silício, ela desintoxica a pele, extraindo suas impurezas ao mesmo tempo que seus minerais são absorvidos seletivamente”, diz a dermatologista Márcia Linhares (RJ).

Número de sessões: quatro, sendo realizada apenas uma por semana.

Resultado: após duas sessões, nota-se a melhora da oleosidade,.

Preço: R$ 200, em média, cada sessão.

Cabelo

Fim da caspa

Tratamento: argila verde e amarela

Indicação: controle da caspa, descamação do couro cabeludo e raiz superoleosa, já que renova o couro cabeludo e ajuda a limpar o orifício de cada saída do fio.

Como é: primeiro é feita uma avaliação do cabelo da cliente, seguida de uma lavagem dos fios com um xampu específico de argila para purificar o cabelo e retirar a oleosidade inicial para que o produto aja mais facilmente no próximo passo. O profissional faz uma mistura de argila verde e amarela com o xampu de argila (utilizado na lavagem para dar liga) e água quente para aplicar na raiz dos fios e no couro cabeludo. “A argila verde é a que seca mesmo, a que puxa a oleosidade dos fios e isso é o indicado ao couro cabeludo, que é o local que fica, mas carregado de sebo. Esta mistura fica em pausa até secar, ou seja, puxa a oleosidade e a pessoa sente ressecar os cabelos, cada poro dos cabelos é limpo e higienizado”, explica o hair stylist e terapeuta capilar Nilton Nunes, do Espaço Juliana Paes (RJ). Depois é feita uma nova lavagem com água e, por fim pode-se aplicar uma máscara de tratamento para fortalecimento ou um leave-in para finalizar o tratamento das madeixas da cliente.

Número de sessões: o tratamento envolve quatro aplicações, mas o ideal é que seja feita uma sessão por semana no início e, que elas sejam combinadas com tratamento domiciliar com produtos indicados pelo profissional.

Resultado: já na primeira sessão é possível notar os fios com raízes mais soltas, menos oleosas e menos descamação e coceira no couro cabeludo. A médio prazo, que varia de quatro a seis meses, o cabelo está bem mais fortalecido com melhora do couro cabeludo, com fios mais limpos, de verdade, com diminuição das falhas de crescimento.

Preço: R$ 110, em média, cada sessão.

Couro cabeludo revitalizado

Tratamento: combinação de argilas

Indicação: para couro cabeludo desmineralizado com caspa, seborréia, dermatite, fungos e cabelos sem brilho.

Como é: a cor da argila a ser usada depende da análise do problema capilar. “Mas normalmente usamos a verde para estimular o couro cabeludo e a limpeza profunda, a branca para devolver a força do cabelo e a vermelha que regula a microcirculação cutânea que é a mais indicada para couro cabeludo sensíveis”, explica a tricologista e cosmetóloga Cris Dios, do Laces (SP). A argila é aplicada na raiz do cabelo seco, já nas pontas é aplicada uma máscara hidratante também a base de argila que remineraliza os fios.

Número de sessões: quatro, sendo uma a cada 15 dias.

Resultado: já na primeira sessão nota-se cabelos mais fortes e couro cabeludo sem problemas

Preço: R$ 200, em média, cada sessão.

Corpo

Curvas sequinhas

Tratamento: liporedutor com argila verde

Indicação: combate da gordura localizada.

Como é: após higienizar a pele, utiliza-se o Manthus por 20 minutos para ajudar na quebrar as moléculas de gordura, facilitando a sua dispersão. “Depois se faz uma massagem modeladora, com creme redutor e aplica a máscara de fango feita com argila verde composta por minerais micronizados e rica em oligoelementos como silício, alumínio, cálcio e ferro que em proporções balanceadas auxiliam na drenagem das toxinas da pele, além de controlarem a oleosidade excessiva, revitalizando os tecidos”, explica a esteticista Wilma de Souza, da Maison Payot (SP). Em seguida se faz a oclusão com a manta térmica por 20 minutos e para finalizar, creme redutor para celulite e gordura localizada da Payot com extrato de hera, Cafeisilane C, Algisium C.

Número de sessões: dez, sendo duas por semana.

Resultado: reduçnao de três a quatro centímetros.

Preço: R$ 240, em média, a sessão.

Corpo livre de impurezas

Tratamento: revitalização corporal

com argila branca

Indicação: eliminação de toxinas e impurezas do organismo.

Como é: depois de limpar a pele, aplica-se a máscara de argila branca por 20 minutos, que é a mais suave por apresentar elevada porcentagem de alumínio o que justifica suas propriedades cicatrizantes explica a dermatologista Marcia Linhares (RJ).

Número de sessões: dez, sendo uma por semana.

Resultado: após a quarta sessão nota-se melhora da hidratação, maciez e luminosidade da pele.

Preço: R$ 200, em média, cada sessão.

Pele sem bolinhas e foliculite

Tratamento: exfoliação corporal com argila vermelha

Indicação: para todos os tipos de pele, principalmente as maduras e desvitalizadas, já que recupera seu viço e maciez.

Como é: aplica-se na região desejada a argila verde, fazendo movimentos circulares e espalhando bem o produto. “Essa argila é espessa e capaz de promover uma exfoliação de média a forte. Auxilia no aumento da circulação e desintoxicação, hidrata e previne o envelhecimento da pele, contribuindo para intensificar a renovação celular das camadas superficiais da tez”, explica a esteticista Juliane Ribeiro, do Otris Spa Urbano (SP).

Número de sessões: são indicadas de cinco a dez sessões, sendo que devem ser realizadas apenas uma por quinzena.

Resultado: já na primeira sessão nota-se a pele mais revitalizada, luminosa, sedosa, nutrida e hidratada.

Preço: R$ 100, em média, cada sessão

Pés e pernas bem cuidados

Tratamento: spa dos pés vários tipos de argila

Indicação: refresca e relaxa pernas e pés cansados.

Como é: o primeiro passo é higienizar a região com gel de limpeza de menta com chá verde, tonificar a região com loção tônica universal com óleo essencial de tea tree, lavanda e camomila para em seguida fazer uma massagem relaxante com creme neutro e óleos essenciais indicados para cada tipo de pele. “Este tipo de argila promove o aumento na oxigenação de áreas congestionadas, a uniformização pela exfoliação suave e regula a queratinização”, explica a fisioterapeuta Fátima Braule, do Donne Spa Leblon (RJ). Para deixar os pés e pernas descansados opta-se pela argila amarela ou verde com óleos essenciais de tea tree, litsea cubeba, limão, hortelã pimenta e eucalipto. “A verde é um exfoliante suave que promove a desintoxicação e regula a produção sebácea e a amarela que tem efeito tensor e ativador da circulação, contribui para equilíbrio iônico e hidratante do gel celular”, complementa. Já para amaciar e suavizar os pés ásperos e com calcanhares rachados utiliza-se a argila branca e amarela com óleo essencial de calêndula.

Número de sessões: uma sessão por mês para manter os resultados conquistados com o tratamento.

Resultado: imediatamente após a sessnao, sente-se a pele macia, nutrida, revitalizada e desintoxicada.

Preço: R$ 70, em média, cada sessão.

Bê-a-bá das cores

Tratamentos à base de argila têm conquistado cada vez mais adeptos, isto porque “a argila é um material natural composto por partículas de silicato minimizado com diversos oligoelementos em diferentes concentrações”, explica Rosana Giancaterino, esteticista da Lakshimi Spa & Beauty (SP). Confira a seguir os benefícios de cada cor desse produto:

Verde: rica em silício e diversos oligoelementos, tem efeito desintoxicante e adstringente, promove a desintoxicação e regula a produção sebácea.

Branca: rica em silício, alumínio e diversos oligoelementos. Tem efeito revitalizador, já que promove o aumento na oxigenação de áreas congestionadas. Promove a uniformização da pele através da exfoliação suave e regula a queratinização.

Cinza: rica em silício, alumínio e diversos oligoelementos, tem efeito antiinflamatório e cicatrizante.

Vermelha: rica em silício, ferro e oligoelementos, tem efeito tensor e regula a microcirculação cutânea, sendo recomendada para peles sensíveis e avermelhada.

Preta: argila rara com elevado teor de silício, alumínio e titânio. Tem efeito ativador da circulação, adstringente além de contribuir com a renovação celular.