img-10-passos-para-escolher-seu-cirurgiao-plastico-destaque2
10 passos para escolher seu cirurgião plástico
22 de junho de 2012
img-bumbum-perfeito-em-30-dias
Bumbum perfeito em 30 dias
22 de junho de 2012
Mostrar Todos

As boas novas para ficar + jovem

img-as-boas-novas-para-ficar-mais-jovem

Selecionamos as principais novidades para rejuvenescer e combater a flacidez de pele e tratar as manchas de sol e as melanoses. Tudo escolhido a dedo pelos profissionais brasileiros que participaram do maior congresso americano de Dermatologia

Por Fabiana Torquato

A luta por um visual mais jovem é algo que interessa não somente as brasileiras, mas também as mulheres do mundo inteiro. Afinal de contas, em um universo onde cada vez mais a aparência é levada em consideração, nada mais mais natural de que a busca por soluções que mandem embora rugas e manchas senis maior seja cada vez.

Prova disso é que durante o Congresso Americano de Dermatologia – Annual Meeting of the American Academy of Dermatology, considerado o maior e mais importante encontro da Dermatologia no mundo, mostrou em sua 70ª edição quais tecnologias que serão febre nos consultórios na busca pelo rejuvescimento. E pelo que você verá a seguir, a tendência dos tratamentos são para técnicas cada vez menos invasivas e com foco na prevenção dos sinais de envelhecimento, para garantir a saúde e a beleza da pele por um período cada vez mais longo. Confira a partir de agora quais serão essas tecnologias, algumas delas já até estão disponíveis no Brasil.

Rejuvenescimento, já!

Tecnologias que acabam com as rugas de uma vez por todas

EMatrix

O que é: “Trata-se de um aparelho que emite laser por radiofreqüência fracionada que tem três ações: estimular a regeneração da fibra elástica, melhorar a textura da pele e gerar um processo de coagulação que favorece a regeneração do tecido cutâneo”, explica a dermatologista Paula Amorim, da Clínica Juliana Neiva (RJ), que esteve em San Diego, e aponta este como  sendo um dos principais destaques do congresso por atacar várias frentes.

Indicação: cicatrizes de acne, flacidez nas pálpebras inferior e superior; minimizar bolsas na região das olheiras; reduzir poros abertos; rugas leves e profundas; além de combater a flacidez facial. É especialmente eficaz no tratamento das estrias.

Como funciona: “O aparelho funciona por meio de ponteiras descartáveis, compostas por pequenos canais (com tamanho de uma cabeça de alfinete), por onde o laser passa para penetrar e agir internamente na pele fazendo furinhos mínimos, quase imperceptíveis”, detalha Paula Amorim. O procedimento causa um leve desconforto, que pode ser minimizado com o resfriamento da pele, feito por outro aparelho que ajuda a “anestesiar” a região tratada.

Como age no organismo: a camada superficial da pele é rompida o mínimo possível e na região subcutânea é formada uma camada extra de colágeno. “Dessa maneira, temos uma agressão superficial mínima, mas um resultado concreto de dentro para fora”, explica a médica. “A tecnologia é inovadora, pois causa um mínimo desconforto e promove uma verdadeira regeneração do colágeno interno, estimulando a regeneração da fibra elástica, a melhora da textura da pele e gerando um processo de coagulação que favorece a regeneração do tecido cutâneo. Por isso é considerado um dos mais eficientes métodos para este fim.”

Número de sessões: são indicadas em média três sessões com intervalos de 30 dias entre elas. Mas pode ser realizada também uma aplicação pontual para tratar uma área afetada pela cicatriz de acne, por exemplo, ou poros abertos, uma determinada ruga proeminente ou o rosto todo num processo de rejuvenescimento. Recomenda-se a realização de uma sessão por mês. Os resultados podem ser vistos sete dias após a primeira sessão, tempo necessário para a pele voltar ao normal.

Vantagens e desvantagens: “A tecnologia é inovadora, pois causa um mínimo desconforto e promove uma verdadeira regeneração do colágeno interno. É considerado um dos mais eficientes e inovadores métodos existentes no mundo”, afirma a dermatologista Paula Amorim. Mas exige tempo de recuperação. Após o tratamento fica proibido o bronzeamento e a exposição ao sol (mesmo com filtro) por pelo menos 24 horas. A vermelhidão dura em média de 48 a 72 horas e a descamação, cerca de sete dias. Nesse período de recuperação da pele é importante o uso de hidratantes de manhã e à noite e filtro solar a cada duas horas.

*Quando está previsto de chegar ao Brasil: a Clínica Juliana Neiva já tem disponível o equipamento e o tratamento.

 

 Ulthera

O que é: nova tecnologia de ultrassom.

Indicação: flacidez moderada da pele da face, pescoço e olhos.

Como funciona: “A Ultherapy é uma nova tecnologia de ultrassom indicada para flacidez de face e de pescoço, ou seja, promove efeito lifting melhorando o contorno facial. Ela atua de maneira diferente de outras tecnologias já existentes. Promove aquecimento numa profundidade que nenhum outro equipamento atinge”, explica a dermatologista Mônica Felici (SP), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Como age no organismo: “Ele age logo acima do músculo da região onde vai ser aplicado, contraindo-o e reduzindo a pele que está sobrando”, diz a dermatologista Maria Paula Del Nero.

Número de sessões: uma sessão a cada seis meses.

Vantagens e desvantagens: “Efeito lifting potente e eficaz, pois atua no local onde a cirurgia plástica atuaria”, afirma a dermatologista Dra. Mônica Felici.

*Quando está previsto de chegar ao Brasil: já está disponível na Clínica Splendore (SP).

 

Clear & Brilliant

O que é: laser não ablativo de diodo fracionado.

Indicação: “Na prevenção do fotoenvelhecimento para pessoas mais jovens ou manutenção dos resultados para peles mais envelhecidas”, explica a dermatologista Mônica Felici. “Não é agressivo e não tem downtime. É indicado para o paciente que já fez laser ou outros tratamentos como aplicações de toxina botulínica e preenchimento e quer continuar a tratar a pele de forma preventiva ao envelhecimento”, indica a médica.

Como funciona: o laser vai atuar na pele gerando aquecimento, estimulando o colágeno e a elastina. Não é doloroso e nem agressivo. O paciente pode fazer a sessão e já trabalhar.

Como age no organismo: por ser indicado para prevenir o aparecimento de manchas, ele permite sessões mais suaves para pessoas jovens, com o intuito de evitar o fotoenvelhecimento. “Esse laser fracionado pode ser usado por pessoas entre 25 e 30 anos, pois não agride a pele e já reduz os primeiros sinais de envelhecimento logo nas primeiras sessões”, explica a Dra. Mônica.

Número de sessões: de três a cinco aplicações, com intervalos semanais ou quinzenais.A partir das primeira ou da segunda sessão pode-se perceber os resultados.

Manutenção: uma a cada seis meses ou de acordo com a necessidade de cada paciente.

Vantagens e desvantagens: “É um tratamento suave. O paciente pode fazer a sessão e retornar as suas atividades normais. Pode ser realizado uma vez por semana ou cada 15 dias”, afirma a dermatologista Dra. Mônica Felici.

*Quando está previsto de chegar ao Brasil: provavelmente, em meados de 2013.

 

Adeus, manchas!

Apague as marcas do rosto de maneira menos invasiva

Spectra Laser Toning

O que é: “É um laser que traz uma tecnologia totalmente diferente, pois ao invés de esquentar como faz a maioria dos lasers, este não aquece e age somente na diminuição do melanócito”, explica a dermatologista Maria Paula Del Nero (SP), da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Indicação: melasma e manchas de sol.

Como funciona: “Age nos dendritos do melanócito (célula que produz o pigmento), diminuindo-os e, consequentemente, reduzindo as manchas. O laser ainda tem um programa para rejuvenescimento da pele e fechamento de poros e tratamento de acne ativa”, explica a dermatologista Maria Paula Del Nero.

Como age no organismo: o laser foi projetado especificamente para atacar as células causadoras do melasma. “A tecnologia ataca diretamente os dendritos dos melanócitos, que produzem a melanina em excesso no melasma e reduzem definitivamente o tamanho das células do pigmento e impedem que as manchas voltem a aparecer”, afirma Ana Paula Del Nero. “Além disso, os pulsos curtos e rápidos do laser Spectra produzem menos efeitos térmicos, minimizando o processo inflamatório”, complementa.

Número de sessões: para manchas de sol duas sessões; para rejuvenescimento: cinco; e para melasmas, de seis a dez. Recomenda-se a realização de uma sessão por semana ou a cada 15 dias. A partir da segunda sessão já é possível notar a melhora.

Vantagens e desvantagens: não deixa a pele vermelha, nem descamando e dá para voltar às atividades logo em seguida a sua aplicação.

*Quando está previsto de chegar ao Brasil: já está disponível.

 

Leia essa e outras matérias na Plástica & Beleza n° 127.