O VERÃO ESTA CHEGANDO! Você já ouviu falar em ONFALOPLASTIA?
8 de outubro de 2012
Esquentou, tá pronto!
18 de outubro de 2012
Mostrar Todos

13 dicas para ter a barriga dos sonhos!

Colocar uma roupa sem precisar se preocupar com as gordurinhas é o sonho de nove entre dez mulheres. E nós sabemos que para conseguir essa proeza não é preciso milagre, mas sim muito empenho! Portanto, mãos à obra! confira plásticas, tratamentos estéticos, dietas e exercícios que vão deixá-la com um abdômen sequinho!

Por Malu Bonetto

1. VISUAL CHAPADO COM LIPO

Procedimento cirúrgico onde, através de cânulas, remove-se o excesso de gordura localizada com finalidade de melhora do contorno corporal, mas não deve ser realizado para quem quer emagrecer mesmo porque não é indicado quando há excesso de peso significativo. Sob anestesia local, peridural ou geral são feitas incisões pequenas, discretas, disfarçadas que variam de acordo com as regiões a serem tratadas, por meio delas aspira-se o excesso de tecido adiposo com cânulas muito fi nas (entre 2 e 3 mm de diâmetro), as regiões são suturas, a paciente coloca a cinta e vai pra casa em seguida, andando normalmente. “Durante o pós-operatório é preciso usar malha cirúrgica compressiva por um período mínimo de 30 dias para limitar o inchaço, impedir acúmulo de líquido no permitir a acomodação da pele de forma uniforme, evitando irregularidades. A drenagem linfática deve ser iniciada a partir do quinto ou sétimo dia para diminuir o edema, evitar acúmulo de líquidos, prevenir as áreas de endurecimento chamadas fibrose e consequentemente irregularidades”, diz o cirurgião plástico Gustavo Aguiar (SP). O retorno às atividades leves é liberado após sete ou dez dias, não deve-se se expor ao sol por no mínimo três meses para evitar manchas na pele e o resultado fi nal é observado em cerca de três a seis meses

2. FIM DOS PNEUZINHOS COM CRIO REDUX

Indicado para regiões com pequenas adiposidades, o Crio Redux começa com a higienização da pele, perimetria da área a ser demarcada. Em seguida é colocada uma película protetora na pele e deve-se passar o aparelho na região durante 60 minutos. Fabricado pela Advice, o aparelho produz a crio lipólise que é a quebra da molécula da gordura. “A partir do momento em que a gordura é elevada a 5°C ela jamais volta ao estado normal, sendo eliminado por fezes e urina”, explica fisioterapeuta dermatofuncional Marcelle Cunha (RJ). São indicadas uma sessão a cada oito meses e a pessoa alcança a perda de 20 a 30% de gordura. “O processo é indolor e não causa danos à pele, não sobrecarrega o fígado e não aumenta o colesterol”, complementa. A sessão, em média, custa R$ 1,5mil.

3. CAMUFLE A DANADA COM ROUPA CERTA

Enquanto não conquista o visual desejado, aposte nas roupas certas. A personal stylist Valquíria Silva (SP) sugere, para quem quer disfarçar a barriguinha saliente, chamar atenção para ombro, com decote V, blazer aberto, lapela longa e estrela e manga ragiã. Opte por blusas e casacos soltos, camisa por dentro da calça, levemente solta, túnica ou top no estilo blousés e saias caem melhor que calças. Evite blusas e casacos marcando a cintura, como parkas e jaquetas, estampas ou padronagens muitos grandes ou espaçadas, calças e saias de cintura baixa ou alta e cintos caídos ou muitos largos.

4. LIVRE-SE DA FLACIDEZ COM ABDOMINOPLASTIA

Esta cirurgia plástica é indicada para pessoas que apresentam flacidez e excesso de pele abdominal decorrente de gestações ou perda acentuada de peso sendo contraindicada quando há pouca flacidez. “Sob anestesia geral ou peridural é realizada a remoção do excesso de pele, reaproximação da musculatura abdominal, remodelação e reposicionamento do umbigo”, explica o cirurgião plástico Gustavo Aguiar (SP). A cicatriz resultante pode ser facilmente escondida pelo biquíni ou roupas íntimas já que se localiza horizontalmente acima dos pelos pubianos se prolongando lateralmente em maior ou menor extensão dependo do volume do abdome a ser tratado. Durante o pós-operatório é preciso usar a malha cirúrgica compressiva por um período mínimo de 30 dias para limitar o inchaço, impedir acúmulo de líquido no abdômen e permitir a acomodação da pele de forma uniforme; andar com o tórax levemente inclinado para baixo por 10 a 14 dias com finalidade de diminuir a tensão e poupar a cicatriz. Após esse período pode-se voltar gradativamente à posição normal. “O retorno as atividade leves é liberado após 14 dias, mas é preciso evitar esforços excessivos por um período de 30 dias e não se expor ao sol por um período mínimo de três meses”, complementa. O resultado final é observado em torno de três a seis meses.

5. METABOLISMO EQUILIBRADO COM FENG SHUI CORPORAL

Segundo a esteticista Roseli Siqueira (SP), cuidar dos órgãos internos ajuda a barriga a ficar chapada. Como exemplo ela dá o estômago alto que, muitas vezes é causado por alimentos mal digeridas ou ato de comer muito rápido, dilatando o estômago. Ela indica o Feng Shui Corporal, onde coloca-se o Baguá no abdômen e, através dos óleos essenciais e massagens equilibra-se a casa que está em desarmonia e através de linhas energéticas reorganizarem o corpo. “Este tratamento com massagens específicas desbloqueia as linhas energéticas do corpo que está comprometendo os órgãos internos e deixando o abdômen com aspecto ruim. Trabalhamos os benefícios internos e externos o resultado é barriga chapada”, complementa. São indicadas no mínimo doze sessões que devem ser realizadas uma ou duas vezes por semana, sendo que cada uma custa R$ 450, em média. Já na primeira sessão a pessoa se sente mais leve, diminui a ansiedade e vai comer menos, o que vai ajudá-la a emagrecer.

6. COLOQUE O INTESTINO PARA FUNCIONAR COM SUCOS FUNCIONAIS

A nutricionista Paula Castilho, da Sabor Integral Consultoria em Nutrição (SP), ensina alguns sucos que desincham o abdômen. Anote:

Suco de laranja, cenoura e beterraba: centrifugue meia beterraba grande e uma cenoura grande e misture o suco de seis laranjas. Rende seis copos. “Este suco é rico em vitamina A e fibras que é ótimo protetor cutâneo oral, ajuda na vitalidade e manter a coloração bronzeada da pele”, explica a especialista.

Suco de beterraba com limão: bata no liquidificador um litro de água, suco de um limão, suco de uma beterraba média, mel e gelo a gosto. Depois coe. Rende cinco copos.

Suco de tangerina e beterraba: retire as sementes de uma tangerina média e bata a fruta no liquidificador com ½ xícara (chá) de água filtrada ou mineral e uma beterraba média. Rende cinco copos e por ser rico em vitamina C e A aumenta a imunidade e ajuda no funcionamento do intestino.

7. MURCHE A BARRIGA COM OS SHAKES

Os shakes podem ser usados como substitutos de refeição, são ótimas opções para facilitar a redução da ingestão calórica o que resulta na queima das gorduras corporais. “Mesmo por que a fórmula deles contém todos os nutrientes essenciais para uma grande refeição, com a quantidade de calorias reduzida. Sendo assim, ao substituir uma refeição pelo shake você passa a ingerir menos calorias e consequentemente o organismo passa a queimar as gorduras em excesso para fornecer energia ao corpo”, explica a nutricionista Daniella Tolari, da Nutrilatina (PR). Os shakes substitutos podem substituir até duas refeições diárias, sendo café da manhã e almoço ou café da manhã e jantar, mas é importante ressaltar que crianças, gestantes, idosos, mulheres amamentando e pessoas com problemas de saúde devem consultar um médico ou nutricionista antes do consumo.

8. MÚSCULOS ABDOMINAIS DURINHOS COM MALHAÇÃO

Com a chegada do verão, nada mais importante do que dar uma turbinada nos treinos para a musculatura abdominal, certo? E é justamente com a série de exercícios que a personal trainer Carina Rosin, idealizadora do Programa Noiva em Forma (SP), preparou que você irá conquistar a barriga chapada:

De bruços, com os antebraços apoiados no chão, pernas estendidas e unidas, a ponta dos pés apoiadas no chão e as mãos unidas. Suba o corpo formando uma linha reta da cabeça até os tornozelos, formando um prancha. Matenha-se nessa posição de 30 segundos a um minuto. Repita três vezes.

Usando uma bola grande de fit ball, em quatro apoios, pernas unidas e estendidas sobre a bola e mãos espalmadas no chão, deixando o tronco reto. Mantenha os cotovelos na linha dos ombros e flexione o joelho, levando-os em direção ao peito, sem deixar a bola escapar. Volte à posição inicial. Faça 10 repetições. Repita a série três vezes.

Deitada de costas na bola, com a planta dos pés no chão e as mãos atrás da nuca, flexione o tronco o máximo que conseguir sem tirar a lombar da bola. Faça três séries de 20 a 50 repetições. Aumente o número de repetições de maneira gradual.

De lado, antebraço direito apoiado no chão na linha do ombro, pernas estendidas e unidas e a lateral do pé direito no chão. Eleve os quadris, mantendo o tronco, o pescoço e a cabeça alinhados e o abdômen contraído. Segure por 30 segundos e depois repita do outro lado. Faça esta sequência três vezes.

Deitada de costas, com a planta dos pés no chão, flexione o tronco levando o cotovelo direito em direção ao joelho esquerdo. Faça de 20 a 30 repetições. Depois faça do outro lado, e repita toda a sequência três vezes.

O intervalo de descanso entre uma série e outra deve ser respeitado, e pode ser de 30 segundos a 1 minuto, conforme seu condicionamento físico.

9. VISUAL SARADO COM PLICATURA ABDOMINAL

Indicada para quem possui fl acidez no músculo reto-abdominal ou está com espaçamento entre o músculo. “Sob anestesia geral ou peridural, são feitas incisões na região suprapúbica (próximo à bexiga), por onde fazemos descolamento de toda área a ser reparada. Em seguida, realiza-se a sutura em ‘X’ para reforçar a musculatura abdominal”, explica o cirurgião plástico Rodrigo Otávio Carbone (SP). Durante o pós-operatório é indicado que a pessoa permaneça em repouso parcial por pelo menos 60 dias para que nenhuma sutura seja rompida e não haja sangramento. Três meses após a cirurgia já nota-se um abdômen mais plano, mas o resultado defi nitivo, que é um músculo abdominal mais tenso e firme, aparecerá após seis meses.

10. FIM DO INCHAÇO COM DRENAGEM LIPOSSÔNICA ATIVA

Indicada para pessoas com gordura localizada e propensão a retenção de líquidos no abdômen. O primeiro passo do tratamento é calcular as medidas do abdômen em três regiões: abaixo do busto, meio da cintura e ventre. “Aplica-se um gel que acelera a microcirculação e depois aplica-se o Heccus (equipamento da Ibramed), que através do ultrassom ativa o sistema linfático, aumenta o metabolismo local, promovendo a quebra das células de gordura”, explica o fi sioterapeuta Dino Volpa, da Clínica Stesis (SP). Depois faz-se a Drenagem Lipossônica Ativa para promover a quebra da gordura. No fi nal da sessão, as três regiões são medidas novamente e a soma dos centímetros perdidos deve alcançar oito centímetros, no mínimo. Cada sessão custa, em média, R$ 440.

11. REDUZA MEDIDA COM CREMES

Eles são ótimos aliados na redução de medidas. Mas para que o resultado apareça, é essencial usá-los duas vezes ao dia.

Gel de Beleza para Abdômen, Schraiber, R$ 36. Rico em cafeína e catequina-polifenóis, componentes que auxiliam na quebra e queima das moléculas de gordura.

Destock Ventre, Vichy, R$ 99. Gel-creme com textura leve e de rápida absorção que reduz a gordura abdominal e ajuda a manter a fi rmeza da pele, combatendo até mesmo às gordurinhas mais resistentes.

Reduxcel Plus SML Abdômen, Adcos, R$ 117. Auxilia na fi rmeza e redução de gordura localizada da região abdominal. Associa ativos como cafeína, L-carnitina, creatina e scopariane, que combatem a fl acidez e modelam o abdômen e a cintura, pelo efeito redutor de medidas.

12. LIVRE-SE DOS EXCESSOS COM ALIMENTOS FUNCIONAIS

Comer a cada três horas, dar preferência a alimentos integrais, beber muita água e consumir muitas verduras cruas e cozidas é essencial para a saúde. Maas os cuidados não param por aí. A nutricionista Paula Castilho diz que o ideal é ingerir as frutas com o bagaço ou casca e dar preferência as que possuem poder laxativo, como: laranja, mexerica, mamão, banana nanica, ameixa preta, abacaxi, abacate, acerola. “Melão, salsão, aspargo, agrião, rúcula e almeirão são diuréticos naturais, já aveia, granola, ameixa seca e uva previnem a prisão de ventre.” As ervas aromáticas e especiarias também têm suas propriedades: o alho combate o inchaço, a salsa ajuda a digerir os alimentos mais pesados e atua como diurético. Já os alimentos que ela indica evitar são repolho, couve, couve fl or e batata doce, pois fermentam e provocam gases, refrigerantes (mesmo o light e os diet) que são ricas em sódio.

13. BARRIGA PARA DENTRO COM POSTURA EM DIA

Pode parecer estranho afirmar que a má postura pode causar gordura localizada e celulite, mas é que afirma a fisioterapeuta Vidigal Gasparini, da Corpo Equilibro (SP). “A má postura dificulta a circulação sanguínea e dos vasos linfáticos em áreas que ficam comprimidas pelos desvios posturais. Com problemas na circulação, o corpo acumula gordura e líquidos nessas regiões, que causam as celulites e gorduras localizadas”, diz. Além disso, segundo ele, os órgãos, quando comprimidos pela má postura, não funcionam corretamente, podendo apresentar diversos problemas, como o intestino preso. Mas como saber se a sua postura está errada? Ele explica que o primeiro passo para manter uma boa postura é aprender a respirar corretamente. Ao expirar mais longa e profundamente são ativados mais músculos abdominais como o reto abdominal, oblíquo interno e externo e transverso do abdome (responsável pela formação da “cintura”). A respiração, entretanto, atua na mobilidade das vísceras ajudando na circulação abdominal, na manutenção de uma postura correta, na ativação da contração dos músculos abdominais durante as atividades físicas evitando assim, a flacidez dos músculos abdominais e acúmulo de gordura na região. Já a segunda etapa é fortalecer a musculatura abdominal de forma lenta, contraindo os músculos profundos do abdômen.

Leia essa e outras matérias na Plástica & Beleza n° 129.